ECONOMIA

Guedes chama FGV de 'casa' e diz melhores economistas vieram da instituição

15 Mar 2019 - 14h09Por Denise Luna, Fernanda Nunes e Vinicius Neder

O ministro da Economia, Paulo Guedes, iniciou nesta sexta-feira, 15, palestra em evento da Fundação Getulio Vargas (FGV) no Rio, com declarações que classificou como "afetivas", sobre seu passado na fundação. "A FGV é nossa casa, os melhores economistas do Brasil foram fabricados aqui", afirmou.

O evento está sendo marcado pela presença de economistas que ocupam cargos no governo de Jair Bolsonaro e se alinham com a escola econômica liberal.

Entre eles, está o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, que afirmou que sonha com a privatização de 99% das estatais, e o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, que também disse que gostaria que o banco público fosse vendido à iniciativa privada.

Sobre a equipe convidada para compor o governo, o ministro afirmou estar confiante. "Estamos confiantes que, do nosso lado, vamos fazer a nossa parte", destacou.

Sobre a FGV, Guedes disse ainda que uma ideia bem gerida sem impostos pode criar um potência. "Hoje a FGV é uma potência até imobiliária", disse o ministro, após brincar que vai tributar a fundação, localizada no bairro Botafogo na capital fluminense.