Economia

Governo prorroga prazo de entrega da declaração do IR por dois meses

IOF de operações de crédito é desonerado e contribuições são adiadas

01 Abr 2020 - 19h45Por Agência Brasil
Governo prorroga prazo de entrega da declaração do IR por dois meses - Crédito: Marcello Casal jr. /Agência Brasil Crédito: Marcello Casal jr. /Agência Brasil

Cerca de 32 milhões de pessoas físicas ganharam mais dois meses para entregarem a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física. O prazo, que acabaria em 30 de abril, foi estendido para 30 de junho, anunciou há pouco o secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto.

Segundo o secretário, apesar de a entrega das declarações neste ano estar em ritmo superior ao do mesmo período do ano passado, a Receita concordou em prorrogar o prazo depois de ouvir relatos de contribuintes confinados em casa com dificuldades em obter documentos na empresa ou de conseguir recibos com clínicas médicas para deduzirem gastos.

“O ritmo de entrega continua bom. Até ontem, tínhamos recebido 8,8 milhões de declarações, 400 mil a mais que no mesmo período do ano passado. Isso representa 27% do esperado. Porém decidimos pela prorrogação por demanda de contribuintes confinados em casa, mas que relatam a falta de documentos ou documentos que estão na empresa, no escritório ou na clínica. Eles estão com dificuldade momentânea de obter todos os documentos necessários”, explicou.

Tostes também anunciou a total desoneração, por 90 dias, de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre operações de crédito. A medida terá como objetivo baratear as linhas emergenciais de crédito já anunciadas pelo governo. Segundo ele, o governo deixará de arrecadar R$ 7 bilhões com a desoneração.

A última medida anunciada pelo secretário foi o adiamento das contribuições de abril e de maio para o Programa de Integração Social (PIS), o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e da contribuição patronal para a Previdência Social, paga pelos empregadores. As parcelas só serão pagas de agosto a outubro, permitindo a injeção de R$ 80 bilhões na economia.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Cerca de 70 microempreendedores buscam informações sobre o Juro Zero todos os dias

O programa pretende facilitar o crédito a micro e pequenos empreendedores, sendo que os juros serão subsidiados pelo governo municipal
Cerca de 70 microempreendedores buscam informações sobre o Juro Zero todos os dias
Economia

Campanha "Eu coopero com a economia local" estimula o consumo de empresas catarinenses

Iniciativa busca retomada dos negócios locais na região Norte de Santa Catarina.
Saúde

Governo do Estado compra 500 respiradores da Weg

Os 100 primeiros respiradores deverão ser entregues já na próxima semana para serem distribuídos na rede hospitalar.
Governo do Estado compra 500 respiradores da Weg
Economia

Decreto estabelece nova norma para funcionamento de bares e restaurantes em Jaraguá

A fiscalização ficará a cargo das equipes de Vigilância Sanitária e das equipes de Segurança Pública.
Ver mais de Economia