Economia

Governo federal apresenta proposta para baratear combustível

Proposta foi entregue ao ministro de Minas e Energia e pretende alterar a forma como ICMS é cobrado

15 Jan 2020 - 19h08Por Agência do Rádio Mais
Governo federal apresenta proposta para baratear combustível - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nessa quarta-feira (15) que pretende alterar a forma de cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, o ICMS, dos combustíveis. Segundo ele, a proposta foi apresentada ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. 

Hoje, o imposto é cobrado no momento da venda do combustível no posto de gasolina. Bolsonaro argumenta que a cobrança deveria ser feita no valor do combustível vendido na refinaria. 

Bolsonaro afirmou, ainda, que outra medida para baratear o combustível seria permitir a venda direta de combustíveis, como etanol e gasolina, do fornecedor para o posto, sem passar por distribuidoras. Sobre esse assunto, ele afirmou estar conversando com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). 

O ICMS é um imposto estadual e as tarifas variam de acordo com a mercadoria. Qualquer alteração no modelo depende de aprovação do Congresso Nacional.  

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Governo lança nota fiscal eletrônica para simplificar coleta de impostos em Santa Catarina

A principal vantagem da NFC-e é sua emissão ser realizada por meio de Programa Aplicativo Fiscal, de forma autônoma, sem dependência direta do Equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF)
Governo lança nota fiscal eletrônica para simplificar coleta de impostos em Santa Catarina
Economia

Vendas de automóveis têm queda de 31% em julho

Foram comercializados 134,9 mil carros, contra 195,8 em julho passado
Vendas de automóveis têm queda de 31% em julho
Economia

Postos já podem vender gasolina com novo padrão

Revendedor têm prazos de até 90 dias para escoar estoque anterior
Postos já podem vender gasolina com novo padrão
Brasil

Receita lança atendimento sobre CPF pelo Telegram

Iniciativa busca dar maior agilidade no atendimento ao cidadão
Receita lança atendimento sobre CPF pelo Telegram
Ver mais de Economia