Joaçaba Pneus
ECONOMIA

GM confirma investimento de R$ 10 bi para fábricas de São Caetano e São José

19 Mar 2019 - 13h40Por André Ítalo Rocha

Dois meses depois de ameaçar deixar de produzir no Brasil, caso não voltasse a ter lucro na operação, a direção da General Motors (GM) no País utilizou o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, para confirmar o plano de investir R$ 10 bilhões de 2020 a 2024 nas duas fábricas instaladas no Estado, uma em São Caetano do Sul e outra em São José dos Campos.

O anúncio contou com a presença do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), do secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, e do presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, entre outros representantes do governo e da empresa. Atrás da mesa onde o anúncio foi feito, um enorme cartaz alternava a logo do governo do Estado e da GM.

Segundo Zarlenga, os investimentos serão destinados a novos produtos. O executivo não detalhou quanto será investido em cada fábrica.

O anúncio foi feito depois de quase dois meses de negociações com o governo do Estado para a obtenção de incentivos fiscais que garantissem o investimento.

Como solução, o governo apresentou no último dia 8 um programa de incentivo ao setor, que dá descontos de até 25% no ICMS para empresas que apresentarem planos de investir pelo menos R$ 1 bilhão no Estado e gerar no mínimo 400 empregos.

Para chegar ao desconto máximo, de 25%, a empresa tem de apresentar investimento de pelo menos R$ 10 bilhões, exatamente o mesmo valor anunciado pela GM.

O presidente da GM América do Sul afirmou que ficou impressionado com a rapidez do governo em apresentar uma solução. "Hoje eu pensei que seria um dia que não ia chegar, mas chegou", afirmou Zarlenga.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Rede catarinense Havan inaugura 160ª filial

Esta é a primeira loja da rede no estado sergipano. Atualmente, a Havan está presente em 18 estados brasileiros, mais o Distrito Federal
Rede catarinense Havan inaugura 160ª filial
Economia

Decisão sobre reajuste de bandeiras tarifárias deve sair até o dia 30

Aumento pode passar de 20%, diz diretor da Aneel
Decisão sobre reajuste de bandeiras tarifárias deve sair até o dia 30
Economia

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial

Novo calendário começa nesta sexta-feira, para nascidos em janeiro
Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial
Economia

FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço

O insumo teve alta superior a 100% em 12 meses e tem impactado diversos setores, principalmente a construção e o metalmecânico
FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço
Ver mais de Economia