Dia internacional das Mulheres
ECONOMIA

Gleisi ataca reforma e diz que Bolsonaro não tem condições de ser presidente

06 Mar 2019 - 18h25Por Gregory Prudenciano

Comentando os primeiros 60 dias do governo Jair Bolsonaro (PSL), a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PT-PR) criticou a proposta de reforma da Previdência. Para Gleisi, "é um crime mexer no regime geral de Previdência Social".

A deputada, líder do principal partido de oposição - o PT tem uma bancada de 54 deputados, mesmo tamanho do PSL de Bolsonaro - ainda disse ser refratária a qualquer proposta de reforma previdenciária e descartou a possibilidade do partido apresentar um texto substitutivo ao do governo, conforme noticiado nesta quarta-feira pela Folha de S. Paulo. A fala da líder petista foi feita durante transmissão ao vivo na página do PT no Facebook

Citando o ex-presidente Lula, que está preso por corrupção e lavagem de dinheiro, Gleisi defendeu que "a melhor reforma da Previdência é ter emprego e salário digno", o que faria, segundo ela, que uma necessidade de reforma se dissipasse. "O Bolsonaro não deve ter lido essa proposta", disse Gleisi, citando o trecho que propõe que o Benefício de Prestação Continuada (BCP), atualmente em um salário mínimo, seja reduzido para R$ 400,00, valor de "um jantar" de políticos em Brasília, segundo ela.

"Somos contra o aumento da idade mínima para mulheres, somos contra os 40 anos de contribuição para se aposentar com integralidade", explicou a petista. Na sequência, no entanto, se disse aberta a "discutir a revisão dos privilégios dos grandes salários públicos, como juízes, promotores, procuradores, esse povo da Receita". Gleisi ainda cobrou do governo o envio da proposta de reforma dos militares e endossou ideia do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) que defendeu que o governo apresente as condições de aposentadoria dos militares e as estenda para o resto da população.

A presidente do PT ainda disse que não consegue destacar nenhum aspecto que julgue positivo na gestão de Jair Bolsonaro. "O governo é horrível. Não tem nenhum ato que seja positivo, mas negativo tem um monte", disse Gleisi.

A deputada criticou pesadamente o presidente Bolsonaro e a agenda imposta até o momento pelo governo. Para Gleisi, Bolsonaro "não tem condições de ser presidente" por inaptidão para o cargo. "Ele não sabe de economia e não sabe das condições de vida da população brasileira", argumentou. Apesar das críticas, a deputada disse que não está "torcendo contra", mas que a "realidade" é que o atual governo "não tem condições" de funcionar.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Operação fecha seis estabelecimentos que descumpriram decreto de combate à Covid-19 em Guaramirim

Os donos dos estabelecimentos foram orientados sobre as regras em vigor e informados sobre as penalidades caso descumpram as medidas de combate ao coronavírus
Operação fecha seis estabelecimentos que descumpriram decreto de combate à Covid-19 em Guaramirim
Economia

Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo

Ferramenta diminui comparecimento às agências
Banco do Brasil oferece prova de vida do INSS por aplicativo
Geral

Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim

Todas as pessoas físicas podem fazer doações de recursos financeiros aos Fundos Municipais
Contribuinte pode destinar parte do IR para projetos sociais de Guaramirim
Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Álcool acumula aumento de 21% desde janeiro
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
Ver mais de Economia