GNet
Economia

Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras

Novo valor anunciado pela estatal vale a partir desta quarta-feira

23 Set 2020 - 10h02Por Agência Brasil
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras - Crédito: Agência Brasil Crédito: Agência Brasil

O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias às empresas distribuidoras foi reajustado em 4% pela Petrobras. O novo valor foi anunciado pela estatal nesta terça-feira (22) e vale a partir desta quarta-feira (23). O diesel não sofreu reajuste.

Segundo o último levantamento semanal disponibilizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 16 e 22 de agosto, o preço médio da gasolina comum no país era, na semana pesquisada, de R$ 4,268. O diesel S-500, de R$ 3,374. O etanol, de R$ 2,782. E o gás de cozinha, de R$ 70,05, para o botijão de 13 kg. A ANP está reformulando o sistema de coleta de preços, que deverá ser atualizado em breve, incluindo até 6 mil postos de combustíveis em todo o país.

Além da alta do dólar, o preço do petróleo reflete o mercado internacional do produto, o que influencia o valor praticado no país. Os preços são referentes ao valor vendido para as distribuidoras a partir das refinarias. O valor final ao motorista dependerá do mercado, já que cada posto tem sua própria política de preços, sobre os quais incidem impostos, custos operacionais e de mão de obra.

“Nossa política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, explica, em nota, a estatal.

Segundo a companhia, a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis. São os combustíveis tipo A: gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel sem adição de biodiesel. “Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis."

Edição: Aline Leal

GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Comércio de Guaramirim define horários de atendimento durante o fim do ano

A expectativa é de movimentação da economia guaramirense, com a opção de atendimento até mais tarde
Comércio de Guaramirim define horários de atendimento durante o fim do ano
Geral

Prefeitura de Jaraguá instala novos abrigos de passageiros em dois bairros

Com as novas estruturas, já quase 630 abrigos de passageiros substituídos
Prefeitura de Jaraguá instala novos abrigos de passageiros em dois bairros
Geral

Estrada Quirino Lunelli começa a ser pavimentada

A obra está orçada em R$ 8,599 milhões, recursos de convênio com o Banco do Brasil, e esta sendo executada pela Infrasul Engenharia de Joinville
Estrada Quirino Lunelli começa a ser pavimentada
Geral

Formalizada proposta de parceria do SENAI com ACIAG e Prefeitura de Guaramirim

Com essa iniciativa de tríplice aliança, a administração municipal e a entidade empresarial somam forças juntamente com o SENAI para a melhor qualificação da mão de obra local
Formalizada proposta de parceria do SENAI com ACIAG e Prefeitura de Guaramirim
Ver mais de Economia