ECONOMIA

Fux defende STF em debate da Previdência para evitar protagonismo excessivo

18 Mar 2019 - 15h18Por Denise Luna e Vinicius Neder

O ministro Luiz Fux, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta segunda-feira, 18, que é importante que a corte participe do debate sobre a proposta de emenda constitucional (PEC) de reforma da Previdência, para evitar um "protagonismo excessivo" da mais alta instância do Judiciário, caso as mudanças nas regras previdenciárias sejam questionadas depois.

Fux destacou que, pela lei brasileira, não existe "controle preventivo" de constitucionalidade. Questionamentos sobre a constitucionalidade de matérias legais são sempre feitas posteriormente, por meio de "controle repressivo".

Ainda assim, Fux lembrou, sem dar exemplos, de casos em que, por falta de decisão dos poderes Executivo ou Legislativo, o STF foi obrigado a firmar entendimentos sobre as leis.

O ministro do STF destacou que a reforma da Previdência é um "momento importante" do País e, por isso, a corte deve participar do debate.

"É importante o STF participar do debate para evitar protagonismo excessivo", afirmou Fux, em rápido discurso de saudação na cerimônia de abertura do seminário "Reforma da Previdência", promovido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), no Rio. "O protagonismo tem se mostrado muito deletério para a nossa instituição", completou o ministro.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lunelli distribui R$ 12 milhões aos colaboradores, mesmo após ano desafiador

Lunelli distribui R$ 12 milhões aos colaboradores, mesmo após ano desafiador
Economia

Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro

Taxa é maior que índices de dezembro (0,39%) e janeiro de 2020 (0,35%)
Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro
Polícia

Polícia apreende carga de camarão contrabandeado na BR 101, em Garuva

A carga contrabandeada era transportada sem refrigeração adequada e sem nenhum tipo de documentação
Polícia apreende carga de camarão contrabandeado na BR 101, em Garuva
Economia

Preços de gasolina, diesel e gás aumentam hoje nas refinarias

Litro da gasolina ficou R$ 0,12 mais caro (4,8%)
Preços de gasolina, diesel e gás aumentam hoje nas refinarias
Ver mais de Economia