Delivery Much
ECONOMIA

Francischini diz que reforma da Previdência será votada nesta terça-feira

23 Abr 2019 - 20h56Por Idiana Tomazelli, Adriana Fernandes e Camila Turtelli

Apesar das manobras da oposição para tentar protelar a votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o presidente do colegiado, Felipe Francischini (PSL-PR), avisou que não vai ceder às manobras. "Podem fazer o barulho que quiserem. Vamos continuar tocando a reunião, a reforma será votada hoje (terça)", disse.

Francischini deu o aviso após um novo tumulto, provocado após o líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente (SP), ter sugerido ter uma gravação do presidente da CCJ sobre temas regimentais relacionados ao requerimento da oposição para suspender a tramitação da reforma. Valente não chegou a colocar a gravação porque a mesa da CCJ disse que não cabia a medida.

Nesse momento, Francischini cobrou "coerência e hombridade" de Valente, o que despertou reação da oposição. Um tumulto se formou em frente à mesa, e deputados aliados do governo pediram "civilidade".

Após o fim do tumulto, o plenário da CCJ rejeitou requerimento para adiar votação por cinco sessões por 44 votos a 7, com uma abstenção. Houve ainda nove parlamentares que ficaram em obstrução. Ainda restam quatro requerimentos para serem votados antes da admissibilidade da reforma.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Serão beneficiadas 3,5 milhões de pessoas
Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões

A quina teve 75 ganhadores, com prêmio individual de R$ 32.688,93
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta na inflação, BC decidiu não mexer na Selic
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
Economia

Copom deve manter juros básicos em 2% ao ano, dizem analistas

Resultado da reunião será divulgado no fim da tarde
Ver mais de Economia