caragua
caragua mobile
ECONOMIA

Francischini cobra coerência de Ivan Valente em sessão da CCJ

23 Abr 2019 - 17h00Por Adriana Fernandes, Idiana Tomazelli e Camila Turtelli

Diante da tentativa da oposição de barrar a tramitação da reforma da Previdência por conta da ausência de detalhes nos cálculos, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR), resgatou uma questão de ordem feita no fim do ano passado pelo líder do PSOL, Ivan Valente (SP), contra a devolução de propostas por desrespeitar a exigência de estimativa de impacto orçamentário e financeiro prevista na emenda do teto de gastos.

"Ivan Valente fez uma questão de ordem no sentido contrário do que agora prega. Não pode haver dois pesos e duas medidas, temos que ter coerência", afirmou Francischini, que foi aplaudido por deputados favoráveis à reforma.

Minutos antes, a deputada Clarissa Garotinho (Pros-RJ) reclamava do fato de ter pedido informações detalhadas da reforma ao Ministério da Economia, mas ainda não teve resposta completa. "Não podemos dar cheque em branco a governo nenhum, perguntar não ofende ninguém. Não podemos simplesmente passar a bola", disse. "Temos direito de ter acesso aos números, o povo brasileiro tem o direito de ter acesso aos números."

Vamos votar

Relator da reforma da Previdência do governo Michel Temer, o deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA) disse que a oposição já exauriu seu tempo de obstrução e que todos puderam falar. "Temos que ir à votação, membros da oposição podem votar contra. Pode vir a informação que vier do ministro Paulo Guedes, vão votar contra, é um direito", disse. "Não vamos convencer quem não quer ser convencido", bradou Arthur Maia.

caragua mobile

Matérias Relacionadas

Economia

Brasil suspende exportações de carne e produtos de aves

Medida preventiva tomada após confirmação de foco de doença no RS
Brasil suspende exportações de carne e produtos de aves
Geral

Agência da Celesc retoma atividades nesta sexta-feira em Jaraguá do Sul

Estatal emite nota e lamenta paralisação ter afetado as lojas de atendimento
Agência da Celesc retoma atividades nesta sexta-feira em Jaraguá do Sul
Mundo

Apagão cibernético afeta sistemas bancários, mídia, aeroportos e telecomunicações

No Brasil, clientes de alguns bancos não conseguiram acessar suas contas
Apagão cibernético afeta sistemas bancários, mídia, aeroportos e telecomunicações
Economia

Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário

Conforme a Secretaria de Estado da Fazenda o valor coloca R$ 648 milhões extras na economia catarinense
Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário
Ver mais de Economia