ECONOMIA

FMI completa segunda revisão do acordo com Argentina e libera US$ 7,6 bi ao país

19 Dez 2018 - 17h38Por Gabriel Bueno da Costa

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu nesta quarta-feira a segunda revisão do desempenho econômico da Argentina, no âmbito do acordo de 36 meses de ajuda para o país. Com isso, deve ser liberada a parcela de US$ 7,6 bilhões a Buenos Aires.

Vice-diretor-gerente do FMI, David Lipton afirma em nota que há sinais de que o programa de reforma econômica gera resultados. "O peso se estabiliza e a inflação, embora ainda alta, começou a declinar", aponta a autoridade do Fundo. "A economia argentina, contudo, continua a contrair e permanece vulnerável a mudanças no sentimento do mercado", alerta Lipton. "A atividade econômica deve começar a se recuperar no segundo trimestre de 2019", prevê ele.

Lipton comenta ainda que a aprovação do orçamento de 2019 ajuda a consolidar a confiança no plano de reforma econômica das autoridades e na continuidade da política.

Matérias Relacionadas

Economia

Sorteio da Quina de São João será neste sábado

Prêmio de R$ 170 milhões é o maior do concurso
Sorteio da Quina de São João será neste sábado
Economia

Banco Central nega possibilidade de golpe com Pix agendado

Segundo órgão, mensagem que circula na internet não passa de rumor
Banco Central nega possibilidade de golpe com Pix agendado
Economia

Governo deve anunciar prorrogação do auxílio nesta semana, diz Guedes

Ministro se reuniu com empresário na Fiesp, em São Paulo
Governo deve anunciar prorrogação do auxílio nesta semana, diz Guedes
Política

Secretário e deputados discutem aperfeiçoamento do Prodec

A iniciativa visa tornar os benefícios do principal programa de incentivo ao desenvolvimento da indústria mais acessíveis ao investidor
Secretário e deputados discutem aperfeiçoamento do Prodec
Ver mais de Economia