Economia

FIESC e ACM vão atuar em ações para o mercado de saúde e em políticas públicas

Acordo foi assinado nesta sexta-feira (22), na reunião de diretoria da Federação

22 Fev 2019 - 21h00Por FIESC

A FIESC, por meio do SESI, assinou nesta sexta-feira (22), durante reunião de diretoria, termo de cooperação com a Associação Catarinense de Medicina (ACM). O objetivo é compartilhar informações e indicadores que orientem o planejamento de ações voltadas para o mercado de saúde (indústria e serviços) e a proposição de políticas públicas (de saúde ocupacional e não-ocupacional).

“É muito claro o quão importante é o desenvolvimento econômico para o desenvolvimento da medicina. Não existe desenvolvimento em medicina se nós não temos um pujante desenvolvimento econômico. Os serviços públicos de saúde estão cada vez mais deficitários”, afirmou o presidente da ACM, Ademar de Oliveira Paes Junior. Ele comentou que as pessoas que têm mais acesso à informação estão mais conscientes da sua capacidade e, portanto, são mais exigentes quanto à qualidade do serviço oferecido. 

Paes Junior destacou os indicadores de saúde de SC. “Temos os melhores indicadores do país e não podemos desprezar a participação da saúde no PIB do país, que representa cerca de 9%, o que é uma participação muito expressiva”, disse. O presidente da ACM informou ainda que o investimento em assistência à saúde chega a 14% em muitas empresas. “Juntos, por meio da análise de dados, um trabalho que estamos fazendo com o Observatório FIESC, podemos ajudar a transformar a medicina catarinense, tanto no setor público, quanto no privado. Queremos que os catarinenses tenham a melhor medicina disponível em todas as regiões”, frisou. 

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, lembrou que a ACM faz parte do Conselho Estratégico para Infraestrutura de Transporte e a Logística Catarinense. “Santa Catarina é o estado campeão em acidentes de trânsito por quilômetro/rodovia, bem acima da média nacional, o que tem impactado nossa saúde pública e o desempenho dos hospitais”, afirmou.

No ano passado, a ACM também aderiu à Aliança Saúde Competitividade, iniciativa da FIESC que visa engajar lideranças empresariais, acadêmicas, políticas e da sociedade na promoção da saúde e ambientes seguros para o trabalho, com ações de sensibilização e mobilização, além de reposicionar o tema como um dos fatores estratégicos para a competitividade da indústria. A Aliança disponibiliza conhecimento sobre cenários e tendências de saúde e segurança, e seus impactos para a competitividade das organizações. Para mais informações acesse o site www.aliancasc.org.br.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar fecha abaixo de R$ 5 pela primeira vez em mais de um ano

Bolsa encerrou com queda de 0,38%
Economia

ACIJS completa 83 anos e apresenta nova plataforma digital a associados e comunidade

A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul ACIJS completa nesta terça-feira (22) 83 anos desde sua fundação em 22 de junho de 1938.
ACIJS completa 83 anos e apresenta nova plataforma digital a associados e comunidade
Geral

Há 20 anos no mercado, empresa Bold aposta em inovação e cria acrílico antiviral

Sócio fundador e CEO da BOLD, Ralf Benedito Sebold, participou ao vivo do Diário da Jaraguá desta terça-feira (22).
Há 20 anos no mercado, empresa Bold aposta em inovação e cria acrílico antiviral
Geral

GUARAMIRIM - Programa Nascer recebe propostas para pré-incubação de ideias inovadoras

Objetivo da iniciativa é visa estimular a inovação e o empreendedorismo inovador de base tecnológica
Ver mais de Economia