Prates
Caraguá
ECONOMIA

Expectativa de alta do PIB de 2019 cai de 2,01% para 2,00% no Focus do BC

25 Mar 2019 - 11h21Por Fabrício de Castro

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 passou de 2,01% para 2,00%, conforme o Relatório de Mercado Focus. Há quatro semanas, a estimativa de crescimento era de 2,48%. Para 2020, o mercado financeiro alterou a previsão de alta do PIB de 2,80% para 2,78%. Quatro semanas atrás, estava em 2,65%.

A projeção do BC para o crescimento do PIB em 2019 é de 2,4%. Esse porcentual foi divulgado no Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de dezembro. A estimativa será atualizada na próxima quinta-feira, dia 28, quando novo relatório será publicado pela instituição.

No Focus desta segunda-feira, 25, a projeção para a produção industrial de 2019 seguiu em 2,57%. Há um mês, estava em 2,90%. No caso de 2020, a estimativa de crescimento da produção industrial permaneceu em 3,00%, igual ao visto quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2019 seguiu em 56,15%. Há um mês, estava no mesmo patamar. Para 2020, a expectativa permaneceu em 58,20%, ante 58,35% de um mês atrás.

Caraguá

Matérias Relacionadas

Segurança

Banco Central comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix

Foram vazados dados cadastrais da Acesso Pagamentos
Banco Central comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix
Economia

Presidente negocia PEC para zerar impostos sobre combustíveis

Em 2021, a gasolina e o diesel subiram 47%, Etanol acumula alta de 62%
Presidente negocia PEC para zerar impostos sobre combustíveis
Economia

Sindicato dos Metalúrgicos da região e classe patronal fecham reajuste para 2022

Confira o reajuste que será concedido aos trabalhadores
Sindicato dos Metalúrgicos da região e classe patronal fecham reajuste para 2022
Geral

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 22 milhões

Próximo sorteio será no sábado
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 22 milhões
Ver mais de Economia