ECONOMIA

Eletrobras diz que situação financeira impede ajuste de salário de empregados

26 Abr 2019 - 15h46Por Denise Luna

A Eletrobras informou que o fato de não ter oferecido ajuste salarial aos seus empregados, durante a segunda rodada de negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), como divulgado antes pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, "reflete a situação financeira da empresa". A estatal observou no entanto, que as "as negociações estão no início e são muito dinâmicas", mas não antecipou se fará alguma proposta em uma próxima reunião, prevista para entre 7 e 10 de maio.

"A empresa está aberta ao diálogo com as entidades sindicais representativas de seus empregados", limitou-se a informar.

Na quinta-feira, a Associação dos Empregados da Eletrobras (Aeel) informou que, além de não oferecer proposta de ajuste salarial, a Eletrobras não fez oferta para ajustes dos tickets alimentação/refeição ou para o auxílio creche, além de propor retirar várias cláusulas de conquistas dos trabalhadores, como a proibição de demissões em massa. "Na proposta há golpes fatais nos direitos conquistados pela categoria", explicou a Aeel em nota.

A Eletrobras está implantando uma série de medidas para reduzir seu endividamento, entre elas programas de demissões ou aposentadorias voluntárias, que já reduziram o quadro em quase 4 mil pessoas.

Há cerca de um ano, o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, tentou aumentar o próprio salário em quase 50%, para R$ 76 mil, o que foi negado pelo Ministério de Minas e Energia e pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.

Matérias Relacionadas

Economia

Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário

Conforme a Secretaria de Estado da Fazenda o valor coloca R$ 648 milhões extras na economia catarinense
Servidores públicos de SC recebem a antecipação de metade do 13º salário
Economia

SC é o estado com mais trabalhadores formais entre a população economicamente ativa

A informação está no Ranking de Competitividade dos Estados (CLP) que utiliza dados do IBGE
SC é o estado com mais trabalhadores formais entre a população economicamente ativa
Economia

WEG paga participação nos lucros em agosto

Com mais de 40 mil funcionários em todo o mundo, a empresa jaraguaense teve lucro líquido de R$ 1,327 bilhão no primeiro trimestre de 2024 (1T24)
WEG paga participação nos lucros em agosto
Economia

WEG fornece a primeira subestação móvel digital no mercado brasileiro

A solução destinada ao uso no sistema elétrico da Energisa Rondônia possibilita o monitoramento, controle e automatização de operações em tempo real
WEG fornece a primeira subestação móvel digital no mercado brasileiro
Ver mais de Economia