ECONOMIA

Dólar sobe com saída de capital de fundo estrangeiro, após abrir em queda

15 Mar 2019 - 11h53Por Silvana Rocha

O dólar abriu em baixa, mas virou para o lado positivo e registrou máximas na manhã desta sexta-feira, 15. O operador Jefferson Rugik, diretor superintendente da Correparti, diz que a alta é decorrente de uma saída grande de capital do País, que seria de um fundo estrangeiro.

Pouco antes do fechamento deste texto, o dólar no mercado à vista registrou máxima em R$ 3,8722 (+0,61%) no balcão, enquanto o dólar futuro para abril atingiu máxima em R$ 3,8745 (+0,74%). As mínimas, até o momento, ficaram em R$ 3,8387 (-0,27%) e R$ 3,8385 (-0,20%), respectivamente.

Segundo Rugik, esse fluxo de saída ampara o descolamento interno da queda do dólar predominante no exterior. Entre os possíveis motivos desse fluxo negativo, ele menciona o possível desconforto com o cenário de inflação pressionada (IGP-10) e atividade muito fraca (setor de serviços), que levanta a possibilidade de um cenário de estagflação, e diante das dificuldades na aprovação da reforma da previdência, que parece que não caminha.

Divulgado antes da abertura dos mercados, o Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) subiu 1,40% em março, após ter aumentado 0,40% em fevereiro, acima das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam uma alta entre 0,80% e 1,39%, com mediana positiva de 1,23%.

Já os dados do setor de serviços vieram abaixo da mediana das expectativas do mercado. O volume de serviços prestados encolheu 0,3% em janeiro de 2019 ante dezembro de 2018, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços. O resultado ficou dentro das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam desde uma queda de 0,40% a um avanço de 0,70%, com mediana positiva de 0,20%.

Em relação à Previdência, incomoda a percepção de falta de articulação política do governo no Congresso para aprovar a proposta. Num momento em que o governo deve se esforçar para a aprovação da matéria, cuja tramitação começou esta semana com a instalação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o presidente Jair Bolsonaro sequer mencionou a reforma na quinta-feira, 14, em transmissão ao vivo no Facebook.

Além disso, oito governadores do Nordeste, à exceção de Renan Filho (MDB), de Alagoas, reforçaram em carta críticas contra a PEC da Previdência durante encontro em São Luís, também na quinta-feira.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado

Segundo Talita Beber, presidente da CDL Jaraguá do Sul, o comércio local está preparado com promoções, ações de vendas casadas e, com foco na segurança por causa da pandemia
Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Ver mais de Economia