ECONOMIA

Dólar sobe com Previdência e realocação de ativos no foco

01 Mar 2019 - 11h07Por Silvana Rocha

O dólar subiu até uma máxima em R$ 3,7632 (+0,26%) na manhã desta sexta-feira, dia 1º, depois de ter iniciado a primeira sessão de março com viés de baixa. Investidores voltam a assumir posições defensivas, após a moeda americana já ter subido na véspera em meio à cautela com a reforma da Previdência e antes do fim de semana prolongado. Por causa do carnaval, os mercados locais ficarão fechados de segunda-feira, 4, até a manhã de Quarta-feira de Cinzas (6).

Desanimam o investidor a possibilidade admitida na quinta-feira, 28, pelo presidente Jair Bolsonaro, de que poderá aceitar reduzir de 62 anos para 60 anos a idade mínima de aposentadoria das mulheres, mudar o benefício de assistência social para idosos miseráveis e as regras de pensão por morte. Pegou mal o presidente acenar com mudanças antes mesmo do início da tramitação do projeto na Câmara. A instalação da CCJ deve ocorrer só depois do carnaval e depende disso o início da tramitação do texto na Casa.

Também pesa a perspectiva de que, em breve, poderá ocorrer uma realocação de portfólio por investidores estrangeiros decorrente da decisão do provedor de índices MSCI de quadruplicar de 5% para 20% o peso de ações de empresas da China em seu influente índice de mercados emergentes, em três etapas este ano. Com isso, aumenta a possibilidade de saídas de investidores estrangeiros do Brasil.

Segundo Chin Ping Chia, chefe de pesquisas para Ásia e Pacífico do MSCI, a decisão deverá atrair cerca de US$ 80 bilhões em novos fluxos estrangeiros para os mercados acionários da China, que têm valor estimado em US$ 6,7 trilhões.

No mercado de moedas emergentes no exterior, às 9h26, o dólar tinha alta de 0,52% ante o real e destoava do ligeiros ganho ou da queda majoritária mostrada pela divisa americana em relação a outras moedas de países emergentes exportadores de commodities. Lá fora, há expectativas positivas sobre as negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China.

No entanto, o índice do dólar (DXY) opera com viés de alta frente as moedas principais, após o PMI industrial da China continuar na zona de contração, abaixo de 50 pontos, e também os da zona do euro e do Reino Unido mostrarem quedas mais cedo hoje, porém, dentro do esperado. E há um compasso de espera ainda por vários dados de atividade dos Estados Unidos. A grande dúvida é se esses novos números poderão ou não ajudar a ampliar a preocupação recente dos investidores com a desaceleração da economia global.

Às 9h29 desta sexta, o dólar à vista subia 0,21%, a R$ 3,7607. O dólar futuro para abril estava em alta de 0,25% neste mesmo horário, a R$ 3,7675.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Sala do Empreendedor de Guaramirim será aberta nesta semana

O local é um espaço para orientações e informações voltadas aos empreendedores, além de servir como ponto de encontro para fechamento de negócios
Sala do Empreendedor de Guaramirim será aberta nesta semana
Economia

Guaramirim inicia atendimento presencial para emissão do IPTU

O atendimento presencial visa contemplar as pessoas que não tem acesso à internet e ainda não emitiram as guias de pagamento
Guaramirim inicia atendimento presencial para emissão do IPTU
Saúde

Decreto estadual mantém medidas contra a Covid-19 por mais duas semanas

Todas as atividades deverão observar os protocolos e regramentos sanitários específicos estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde
 Decreto estadual mantém medidas contra a Covid-19 por mais duas semanas
Geral

Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem

Dados de uma pesquisa referente ao ano de 2020, revelaram que 91% da população entrevistada em nosso município pratica a reciclagem em suas residências.
Jaraguá do Sul é destaque no Dia Mundial da Reciclagem
Ver mais de Economia