transito
ECONOMIA

Diretor Tiago Couto Berriel deixará o BC após próximo Copom

09 Mai 2019 - 19h32Por Eduardo Rodrigues

O Banco Central anunciou nesta quinta-feira, 9, que o diretor de Assuntos Internacionais e Riscos Corporativos, Tiago Couto Berriel, deixará a instituição. Segundo comunicado, a saída de Berriel após três anos no cargo ocorrerá "por razões pessoais".

O presidente do BC, Roberto Campos Neto, indicou a economista Fernanda Feitosa Nechio para essa diretoria. Ela trabalha há dez anos no Federal Reserve Bank de São Francisco (EUA), onde atua como "research advisor". Fernanda é mestre em Economia pela PUC-Rio e PhD em Economia pela Universidade de Princeton.

Berriel deve permanecer na diretoria até a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), no dias 18 e 19 de junho, mas pode deixar o cargo antes disso se a indicação de Fernanda for aprovada pelo Senado até essa data.

"Em nome do Banco Central, o Presidente Roberto Campos Neto felicita a indicada Fernanda Nechio e agradece ao diretor Tiago Berriel pelos relevantes serviços prestados ao Banco Central e, especialmente, à Diretoria Colegiada", informou o BC em nota.

Matérias Relacionadas

Economia

Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados

Temporais e deslizamentos deixaram 1 mil desabrigados
Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Economia

Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha

O governo gasta mal e pretende economizar da pior forma ao atingir o próprio desenvolvimento com perspectiva de demissões
Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha
Economia

Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história

Cerca de 5,6 milhões de contribuintes receberão R$ 9,5 bilhões
Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história
Ver mais de Economia