vacina
ECONOMIA

Deputado do PSB entra no STF para suspender análise da Previdência na CCJ

22 Abr 2019 - 20h23Por Renato Onofre

O deputado federal Aliel Machado Bark (PSB-PR) entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira, 22, pedindo a suspensão da votação do parecer da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados prevista para esta terça-feira.

Bark pede a paralisação da discussão até que o governo indique o impacto orçamentário e a fonte de custeio durante a transição da mudança no regime de aposentadorias. A iniciativa do parlamentar é a primeira de uma série de ações previstas para esta semana para suspender a tramitação da proposta. Rede, PT, PSOL e o próprio PSB já sinalizaram que vão judicializar a discussão da Previdência usando como argumento a falta de transparência nos números da proposta.

O mandado de segurança foi distribuído para o ministro Gilmar Mendes, que está em Portugal para a realização de um seminário. Gilmar Mendes é considerado dentro do STF um dos ministros mais favoráveis à aprovação da reforma da Previdência.

Na ação, Bark afirma que o governo federal decretou sigilo aos documentos que serviram de base para elaboração da reforma da Previdência. Segundo o porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros, os dados irão a público quando a proposta de emenda constitucional chegar à comissão especial que analisará o conteúdo da proposta. A previsão é que ela seja instalada até o dia 7 de maio.

Nesta segunda-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou que o governo apresentará o detalhamento da proposta aos parlamentares na quinta-feira, 25. Maia está em Portugal onde participou do seminário organizado pelo instituído de educação ligado ao ministro Gilmar Mendes.

Nesta segunda-feira, líderes do Centrão e da Minoria se reúnem na Câmara dos Deputados para analisar os próximos passos da votação. Ainda não há acordo para iniciar a votação da proposta na CCJ.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Ver mais de Economia