ECONOMIA

Déficit comercial dos EUA cai a US$ 51,15 bilhões em janeiro

27 Mar 2019 - 10h52Por Sergio Caldas

Os Estados Unidos tiveram forte queda no déficit comercial de janeiro, à medida que suas exportações subiram levemente e suas importações caíram.

Dados com ajustes sazonais publicados hoje pelo Departamento do Comércio mostram que o déficit na balança comercial dos EUA diminuiu 15% em janeiro ante o mês anterior, a US$ 51,15 bilhões, atingindo o menor valor desde junho de 2018. Analistas consultados pelo Wall Street Journal previam redução bem menor do saldo negativo, a US$ 57 bilhões.

Já o déficit de dezembro foi ligeiramente revisado para cima, de US$ 59,77 bilhões para US$ 59,90 bilhões.

Em janeiro, as exportações dos EUA subiram 0,9%, a US$ 207,34 bilhões, enquanto as importações recuaram 2,6%, a US$ 258,49 bilhões.

Apenas com a China, os EUA tiveram déficit comercial de US$ 33,2 bilhões em janeiro, US$ 5,5 bilhões menor do que o de dezembro. Já nas trocas comerciais com o Brasil, os EUA registraram superávit de US$ 1,1 bilhão no primeiro mês do ano. Com informações da Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Economia

Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado

Abono equivale ao 13º salário dos segurados
Pagamento do abono anual para segurados da Previdência é antecipado
Política

Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão

Durante o encontro, os associados da Acias fizeram alguns questionamentos e foram prontamente esclarecidos
Administração de Schroeder presta contas dos primeiros 100 dias de gestão
Economia

Parceria entre WEG e Vale dá início a produção de eletrocentros em Minas Gerais

Contrato firmado entre WEG e Vale prevê o fornecimento de eletrocentros solares para implantação do Projeto Sol do Cerrado, um dos maiores parques de geração de energia fotovoltaica do Brasil
Parceria entre WEG e Vale dá início a produção de eletrocentros em Minas Gerais
Ver mais de Economia