vacina
ECONOMIA

Cortar juro seria sinal importante, mas ainda é prematuro, diz dirigente do Fed

21 Mai 2019 - 21h44Por Nicholas Shores

O presidente da distrital de St. Louis do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), James Bullard, afirmou nesta terça-feira que um corte de 0,25 ponto porcentual da taxa básica de juros mandaria um "sinal importante" ao mercado, mas ainda seria "prematuro" fazê-lo agora.

Em entrevista à Bloomberg TV, Bullard disse ainda que enxerga a taxa neutra de juros, que não estimula nem trava a economia, no nível de "em torno de 2%". "Então, estamos um pouco apertados agora", comentou.

À emissora, ele também apontou que a mais recente rodada de tarifas comerciais dos EUA sobre importações da China teria de perdurar por seis meses para impactar a formulação de políticas do Fed.

Bullard é um dos membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Fed que tem direito a voto nas decisões de política monetária em 2019.

Matérias Relacionadas

Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Geral

Cresol promove Semana Nacional de Educação Financeira na região

Tema central será a Proteção Financeira, com foco em formas de o consumidor se prevenir contra golpes e fraudes financeiras.
Cresol promove Semana Nacional de Educação Financeira na região
Ver mais de Economia