ECONOMIA

Congresso é soberano e decidirá o que é melhor para a sociedade, diz secretário

20 Fev 2019 - 14h26Por Eduardo Rodrigues, Adriana Fernandes e Idiana Tomazelli

O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, disse nesta quarta-feira, 20 que o Congresso Nacional é soberano para decidir sobre eventuais alterações de pontos da reforma da Previdência apresentada nesta data pelo governo. "O Congresso é soberano e vai decidir o que é melhor para a sociedade. Mas entendemos que proposta é adequada para uma Previdência mais justa para todos", afirmou.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, chegou durante à coletiva de técnicos sobre a reforma e afirmou que a criação do regime de capitalização para a Previdência ainda depende de lei complementar a ser elaborada por um grupo de trabalho. "Isso não dá para fazer de chofre", afirmou.

Marinho avaliou ainda que o Benefício de Prestação Continuada (BPC) de R$ 400 para idosos em miserabilidade entre 60 anos e 70 anos não seria um valor pequeno.

O BPC só será de um salário mínimo para quem tiver mais de 70 anos. "Hoje esse idoso de 60 anos recebe o Bolsa Família, que é menos da metade desse benefício. Então, para a realidade dele, R$ 400 não é pouco", respondeu. Segundo ele, esses idosos não poderão acumular o recebimento do BPC e do Bolsa Família.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2

Parcela varia de R$ 150 a R$ 375, dependendo do beneficiário
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2
Economia

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h
Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado
Economia

WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais

Com uma nova fábrica de Eletrocentros em Betim, companhia pretende fortalecer sua posição em um dos mais importantes mercados de equipamentos elétricos industriais e para geração de energia do país
WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais
Economia

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Litro do diesel passará a custar R$ 2,76, e o da gasolina, R$ 2,64
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
Ver mais de Economia