transito
ECONOMIA

Confiança Empresarial sobe 0,2 ponto em abril ante março, afirma FGV

02 Mai 2019 - 09h38Por Vinicius Neder

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) subiu 0,2 ponto em abril ante março, para 94,3 pontos, informou nesta quinta-feira, 2, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Foi a primeira alta após dois meses seguidos de queda, quando o ICE perdeu 3,5 pontos. Na métrica de média móveis trimestrais, o índice recuou pela segunda vez, em 1,1 ponto.

Em nota, a FGV destacou que o quadro de abril é de estabilidade. "O resultado retrata uma economia que continua crescendo lentamente, levando as empresas a se tornarem gradualmente menos otimistas. A piora das expectativas em abril foi também influenciada pelo aumento da incerteza econômica no mês", diz a entidade.

A estabilidade de abril foi marcada por uma alta nas percepções sobre o momento corrente e uma queda nas visões sobre o futuro. O Índice de Situação Atual subiu 0,4 ponto em abril, para 90,6 pontos, "voltando ao nível de janeiro de 2019", segundo a FGV. Já o Índice de Expectativas (IE-E) caiu 0,5 ponto, para 99,3 pontos, terceira queda seguida e menor nível desde novembro do ano passado.

O ICE reúne os dados das sondagens da Indústria, Serviços, Comércio e Construção. O cálculo leva em conta os pesos proporcionais à participação na economia dos setores investigados, com base em informações extraídas das pesquisas estruturais anuais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a FGV, o objetivo é que ICE permita uma avaliação mais consistente sobre o ritmo da atividade econômica.

A coleta do Índice de Confiança Empresarial reuniu informações de 4.366 empresas dos quatro setores entre os dias 1º e 25 de abril.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Ver mais de Economia