Unimed - Capa
Economia

Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio

Pesquisa foi feita pela Fundação Getulio Vargas

25 Out 2020 - 08h00Por Da Redação
Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio - Crédito: Tânia Rego/Agência Brasil Crédito: Tânia Rego/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Consumidor brasileiro (ICC), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 1 ponto na passagem de setembro para outubro e atingiu 82,4 pontos, em uma escala de zero a 200. Com isso, o indicador interrompeu uma sequência de cinco altas iniciada em maio deste ano.

O Índice da Situação Atual, que mede a confiança dos consumidores no presente, recuou 0,2 ponto e atingiu 72,4 pontos. O componente que teve maior queda foi a situação das finanças familiares, que cedeu 0,5 ponto.

O Índice de Expectativas caiu 1,3 ponto e passou 90,2 pontos. O ímpeto de compras de bens duráveis para os próximos meses teve queda de 1,4 ponto.

“Há ainda bastante incerteza com relação à pandemia e com o ritmo de retomada econômica, já considerando a transição para o período posterior ao de vigência dos programas de manutenção do emprego e renda. Diante deste cenário, os consumidores de menor renda, mais vulneráveis, continuam menos confiantes que os demais. A confiança do consumidor brasileiro também continua sendo impactada pelo medo da covid-19, motivando uma postura muito cautelosa, que deve persistir enquanto não houver uma solução para a crise sanitária”, disse Viviane Seda Bittencourt,  pesquisadora da FGV.

Fonte: Agência Brasil


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Economia

Petrobras quer investir US$ 46 bi em exploração e produção até 2025

Para 2021, estima-se variação da produção de 4%
Petrobras quer investir US$ 46 bi em exploração e produção até 2025
Economia

Déficit primário do Governo Central atinge R$ 3,56 bilhões em outubro

Resultado é melhor que o esperado pelas instituições financeiras
Déficit primário do Governo Central atinge R$ 3,56 bilhões em outubro
Economia

Santa Catarina gera mais de 32 mil empregos, melhor outubro da história

No acumulado do ano, Santa Catarina apresenta o melhor desempenho entre todos os estados, com um saldo de 35.210 carteiras assinadas.
Santa Catarina gera mais de 32 mil empregos, melhor outubro da história
Economia

País registra criação de 394,9 mil vagas de emprego em outubro

É o quarto mês seguido de geração de emprego
País registra criação de 394,9 mil vagas de emprego em outubro
Ver mais de Economia