GNet
Caraguá
ECONOMIA

Como mudança demográfica é rápida, transição rápida é necessária, diz secretário

20 Fev 2019 - 12h40Por Idiana Tomazelli, Adriana Fernandes e Eduardo Rodrigues

O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, ressaltou que o Brasil está passando por uma transição demográfica muito rápida em razão do envelhecimento da população e da queda da taxa de fecundidade. "Por isso, também precisamos fazer transição (das regras) mais rápida", explicou. A transição da proposta de reforma da Previdência apresentada nesta quarta-feira dura 12 anos.

Rolim traçou um diagnóstico dramático, segundo o qual o número de aposentados vai triplicar até 2060. "Mesmo se não houvesse déficit hoje, no futuro, o sistema atual é inviável", afirmou.

O secretário informou ainda que o importante para efeitos previdenciários é a expectativa de sobrevida aos 65 anos, e não a expectativa de vida ao nascer. "Que bom que estamos vivendo mais, mas isso tem custo", disse.

Rolim afirmou também que hoje o déficit da Previdência rural é maior, mas logo o regime urbano deve superar esse rombo devido ao envelhecimento da população. "Sistema hoje já não é sustentável. Imagina quando as pessoas que entraram no mercado de trabalho forem se aposentar", disse.

Ele ressaltou ainda que, no regime próprio de servidores, o número de pessoas é muito menor para um déficit "proporcionalmente muito grande". "As regras de aposentadoria são muito mais benevolentes", disse. "Um dos princípios da Nova Previdência é Previdência justa. Obviamente precisamos ter regra de transição. Se tiver benefício maior, vai pagar mais, mas o objetivo é ter regras iguais para todos após transição", afirmou.

Rolim lembrou ainda que a maioria dos beneficiários da Previdência recebe até dois salários mínimos e destacou que esse público terá redução nas alíquotas de contribuição.

GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Sindicato dos Metalúrgicos da região e classe patronal fecham reajuste para 2022

Confira o reajuste que será concedido aos trabalhadores
Sindicato dos Metalúrgicos da região e classe patronal fecham reajuste para 2022
Geral

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 22 milhões

Próximo sorteio será no sábado
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 22 milhões
Economia

Governo afirma que IPVA cobrado em Santa Catarina não sofre reajuste

Entenda o aumento no valor a ser pago este ano, em comparação ao ano passado.
Governo afirma que IPVA cobrado em Santa Catarina não sofre reajuste
Economia

WEG vai abrir nova fábrica na Ásia

Previsão de inauguração é para o primeiro semestre deste ano
WEG vai abrir nova fábrica na Ásia
Ver mais de Economia