ECONOMIA

China promete impulsionar financiamento por meio de ações

26 Fev 2019 - 06h13

Um vice-presidente do banco central chinês (PBoC), Pan Gongsheng, disse que autoridades vão ampliar esforços para diversificar os canais de financiamento das empresas por meio de vendas de ações. A fala veio após recentes comentários do presidente da China, Xi Jinping, sobre o fortalecimento do mercado financeiro.

Os empréstimos bancários ainda dominam a oferta de crédito da China, enquanto o financiamento através de ações é "seriamente insuficiente", disse Pan, segundo transcrição de entrevista concedida à TV estatal.

Pan não detalhou quais medidas o governo pretende tomar para impulsionar o mercado de capitais, mas existem planos de se criar uma bolsa em Xangai voltada para empresas de tecnologia, que facilitaria os trâmites para listagem e levantamento de capital.

Pan disse ainda que o governo vai solucionar questões de riscos em áreas cruciais de forma constante e dar continuidade a sua campanha de desalavancagem estrutural, repetindo o que afirmou ontem o regulador do setor bancário e de seguros do país.

Na sexta-feira (22), Xi disse em reunião de líderes do Partido Comunista que as chamadas reformas financeiras do lado da oferta serão levadas adiante, de maneira que o sistema financeiro possa melhor servir a economia real. O presidente também enfatizou que o crescimento econômico estabeleceria os pilares para a resolução de riscos financeiros. Fonte: Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás

Reajuste será nas refinarias e entra em vigor amanhã
Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás
Economia

Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda começa hoje

Receita espera receber 32,6 mi de declarações até 30 de abril
Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda começa hoje

Mega-Sena sai para um apostador que ganha 49 milhões

Próximo sorteio será quarta-feira
Saúde

Entidades empresariais manifestam apoio ao decreto do Governo do Estado

Ver mais de Economia