ECONOMIA

China irá manter prudência na política monetária, diz primeiro-ministro

20 Fev 2019 - 09h20Por Sergio Caldas

A China não mudou e nem mudará sua postura de manter uma política monetária prudente e também não recorrerá a estímulos agressivos, afirmou hoje o primeiro-ministro do país, Li Keqiang.

Segundo Li, o corte de compulsório bancário anunciado em janeiro foi possível graças ao fato de que há muito espaço para esse tipo de redução, uma vez que os compulsórios chineses são mais altos do que os de qualquer outra grande economia.

Li disse ainda, em comunicado publicado em site do governo chinês, que Pequim precisa aprofundar as reformas para solucionar problemas de longo prazo da economia.

Além disso, Li também incentivou os bancos a oferecerem mais empréstimos - principalmente, de médio e longo prazos - a pequenas empresas.

No mês passado, a China reduziu os compulsórios bancários em 1 ponto porcentual - na quinta redução em um ano -, como parte de uma estratégia para evitar o risco de uma desaceleração ainda mais acentuada da economia doméstica.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h
Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado
Economia

WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais

Com uma nova fábrica de Eletrocentros em Betim, companhia pretende fortalecer sua posição em um dos mais importantes mercados de equipamentos elétricos industriais e para geração de energia do país
WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais
Economia

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Litro do diesel passará a custar R$ 2,76, e o da gasolina, R$ 2,64
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
Economia

Seifert Óptica e Joalheria completa 35 anos em Jaraguá do Sul

Para falar um pouco sobre a trajetória da empresa, Guido e Gabriel Seifert participaram ao vivo do Diário da Jaraguá desta sexta-feira (16)

Seifert Óptica e Joalheria completa 35 anos em Jaraguá do Sul
Ver mais de Economia