dengue
ECONOMIA

China defende manutenção do status de país em desenvolvimento na OMC

23 Nov 2018 - 09h54

A China não vai permitir que outros países a faça perder seu status de nação em desenvolvimento na Organização Mundial de Comércio (OMC), afirmou hoje o vice-ministro de Comércio chinês, Wang Shouwen.

Wang falou em resposta a críticas de longa data ao uso por Pequim de seu status de país em desenvolvimento, segundo regras da OMC, para continuar subsidiando estatais chinesas.

Críticos no Ocidente acreditam que a China deveria reduzir ainda mais suas barreiras comerciais e a investimentos, num momento em que sua economia se posiciona como a segunda maior do mundo e os termos favoráveis da OMC para nações em desenvolvimento não se aplicam mais a Pequim.

Em recente entrevista à BBC, o presidente do Conselho de Assessores Econômicos da Casa Branca, Kevin Hassett, defendeu reformas na OMC e sugeriu que a China deveria ser expulsa da entidade.

Falando ao lado de Wang, outras autoridades chinesas argumentaram que indicadores de renda per capita, educação e saúde da China continuam sendo inferiores aos de países desenvolvidos. Por esse motivo, justificaram, a China merece ser tratada de forma diferenciada na OMC. Fonte: Dow Jones Newswires.

Matérias Relacionadas

Economia

Copom decide nesta quarta se corta ou mantém juros básicos da economia

Taxa Selic, em 10,5% ao ano, pode ser mantida ou cair 0,25 ponto
Copom decide nesta quarta se corta ou mantém juros básicos da economia
Geral

Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa

Apesar dos impactos, 64,2% das empresas vão manter local de sedes
Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa
Economia

Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto

Valores variam conforme número de dias trabalhados no ano-base 2022
Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto
Educação

Enem: pelo menos 5 milhões se inscreveram para a edição de 2024

Número final será conhecido após período extra de inscrição no RS
Enem: pelo menos 5 milhões se inscreveram para a edição de 2024
Ver mais de Economia