ECONOMIA

China abre caminho para FMI investir em seus mercados de capitais

07 Mar 2019 - 05h52

O regulador de valores mobiliários da China aprovou o Fundo Monetário Internacional (FMI) como "investidor institucional estrangeiro qualificado em yuans", o que permitirá ao Fundo investir nos mercados de capitais do país, segundo comunicado divulgado hoje.

A cota estipulada ao FMI, no entanto, não foi especificada.

No fim de fevereiro, a China já havia autorizado mais de 200 investidores institucionais estrangeiros a entrar em seus mercados de ações e bônus por meio do sistema para investidores qualificados. No total, esses investidores têm permissão para aplicar até 660,47 bilhões de yuans (US$ 98,46 bilhões) nos mercados chineses. Fonte: Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Ver mais de Economia