quinta, 18 de abril de 2019 - 09h22
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo
ECONOMIA

Chamada pública para aquisição de gás natural no Nordeste recebe 23 propostas

16 Abr 2019 - 18h05Por Luciana Collet

As distribuidoras de gás natural canalizado dos Estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe receberam 23 propostas, de nove empresas diferentes, nacionais e internacionais, na chamada pública coordenada para aquisição de gás natural lançada pelas empresas, que visa diversificar as fontes supridoras e buscar preços mais competitivos, informou a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). O prazo de entrega das propostas terminou na última sexta-feira (12).

O resultado inicial da chamada pública foi considerado histórico pelos dirigentes das concessionárias envolvidas - Algás (AL), Bahiagás (BA), Cegás (CE), PBgás (PB), Copergás (PE), Potigás (RN) e Sergás (SE). "O resultado da chamada foi expressivo. Entre as regiões do País, o Nordeste é o que possui o maior mercado do setor fora do eixo Rio-São Paulo, o que atrai a atenção de grupos nacionais e internacionais da cadeia produtiva do gás natural", afirmou o presidente da Cegás, Hugo Figueiredo.

O volume de potencial aquisição das distribuidoras do Nordeste na chamada pública soma 9,4 milhões de metros cúbicos diários do combustível.

Agora, as propostas recebidas serão encaminhadas para análise de aderência e conformidade ao edital de cada concessionária.

Centro-Sul

O encerramento do prazo de entrega de propostas da chamada pública das distribuidoras do Nordeste ocorreu pouco mais de 10 dias após iniciativa semelhante feita pelas distribuidoras do Centro-Sul do País (Compagas (PR), GasBrasiliano (SP), MSgás (MS), SCgás (SC) e Sulgás (RS)).

Conforme informou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, na ocasião, esta ação, com potencial de aquisição é de cerca de 10 milhões de metros cúbicos diários de gás natural, recebeu 51 propostas, de 15 empresas diferentes. Dentre as empresas que apresentaram propostas nesta chamada, seis são grandes competidores globais do setor de gás, três empresas que ofereceram suprimento de gás de síntese (gás extraído de outro insumo fóssil) ou gás natural renovável (originário da digestão de resíduos sólidos urbanos ou orgânicos), além de três comercializadoras e três fornecedores de gás natural liquefeito (GNL) em pequena escala.

Da mesma forma que a iniciativa nordestina, a chamada pública no Centro-Sul encontra-se atualmente em fase de verificação da aderência e consistência das propostas em relação ao edital. Com a conclusão desta etapa, será iniciada a segunda etapa do processo, em que as empresas buscarão avaliar as sinergias entre as propostas, informações adicionais complementares, além da análise propriamente dita das propostas.