Delivery Much
ECONOMIA

Castello Branco: Petrobras teve perda zero com adiamento do ajuste do diesel

17 Abr 2019 - 21h15Por Denise Luna

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, informou em coletiva nesta quarta-feira, 17, que a estatal não teve prejuízo com o adiamento do reajuste do preço do diesel. Muito pelo contrário, ele afirmou que o ajuste máximo pôde ser menor justamente porque o frete marítimo, um dos componentes do preço do diesel, caiu desde o dia 11 de abril.

"A Petrobras teve perda zero com o adiamento do ajuste do diesel, por que temos hedge e o preço do frete marítimo caiu", disse a jornalistas em encontro para explicar o reajuste do combustível.

No dia 11 de abril a Petrobras elevou o preço teto do combustível em 5,7%, passados seis dias, ajustou o preço máximo em 5,1%. "Não só não perdemos como ganhamos um pouco", ressaltou Castello Branco.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Serão beneficiadas 3,5 milhões de pessoas
Nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões

A quina teve 75 ganhadores, com prêmio individual de R$ 32.688,93
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta na inflação, BC decidiu não mexer na Selic
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
Economia

Copom deve manter juros básicos em 2% ao ano, dizem analistas

Resultado da reunião será divulgado no fim da tarde
Ver mais de Economia