duas rodas aniversário jaraguá
caragua mobile
ECONOMIA

Câmara é 'soberana' para fazer alterações na Previdência, diz Bolsonaro

25 Abr 2019 - 14h22Por Amanda Pupo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 25, que a Câmara dos Deputados é "soberana" para fazer alterações na proposta de reforma da Previdência "que melhor atendam a necessidades de todos", mas ponderou que a economia que o governo pretende ter com as mudanças é "importante". Bolsonaro também afirmou esperar que a reforma passe da "forma mais próxima" da foi encaminhada ao Congresso em fevereiro.

Ele também comemorou a aprovação da admissibilidade da proposta pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, destacando o papel de "liderança" do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para que a reforma também prospere na Comissão Especial.

"A Câmara é soberana para fazer as alterações que melhor atendam às necessidades de todos, né? Agora, a economia é importante. A gente espera que ela passe da forma mais próxima do que nós encaminhamos para lá", disse Bolsonaro a jornalistas, ao ser perguntado sobre mudanças na proposta enviada pelo governo.

O presidente falou com a imprensa após solenidade de assinatura de decreto que encerra com o horário de verão. "Eu estou muito feliz com a aprovação da reforma da Previdência na CCJ. Pelo que tudo indica, hoje está sendo formada a comissão especial. A gente espera que, com a liderança em grande parte do Rodrigo Maia, essa proposta prospere também nessa comissão", também disse.

Perguntado se estava "confiante" na aprovação da reforma na Câmara dos Deputados ainda no primeiro semestre, o presidente disse: "Não posso falar isso". E emendou afirmando esperar que não haja "nenhuma turbulência". "Eu espero que não haja nenhuma turbulência. Se Deus quiser, não haverá. E nós deveremos virar essa página o mais rápido possível da Nova Previdência", completou o presidente.

Bolsonaro disse que não iria "entrar em detalhes" sobre o anúncio feito nesta quinta por Maia, nomeando o deputado Marcelo Ramos (PR-AM) como presidente e o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) como relator da medida na Comissão Especial.

"Não vou entrar em detalhes. Essa é uma atribuição lá do presidente da Câmara. Todos os deputados têm responsabilidade. Não vou falar todos, né, porque tem a esquerda que está contra a gente, né? Mas o outro lado nós acreditamos na responsabilidade e no espírito patriótico de todos para levar avante essa proposta", respondeu.

Bolsonaro ainda foi perguntado sobre os ataques do filho, Carlos Bolsonaro, contra o vice-presidente Hamilton Mourão, mas encerrou a entrevista sem responder à imprensa sobre o assunto.

caragua mobile

Matérias Relacionadas

Economia

SC responde por 11% do crédito aprovado pelo BNDES no primeiro trimestre

Aprovações de financiamentos chegam a R$ 2,8 bilhões de janeiro a março, incremento de 167,5% frente a igual período de 2023
SC responde por 11% do crédito aprovado pelo BNDES no primeiro trimestre
Economia

Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024

Projeção de expansão da economia é de 2,15% este ano, diz BC
Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024
Economia

Estado emite Nota com recomendações para reforçar medidas de biosseguridade em granjas avícolas

Estado reforça que o consumo da carne de aves e ovos de estabelecimentos avícolas inspecionados pelo Serviço Veterinário Oficial permanece seguro à população
Estado emite Nota com recomendações para reforçar medidas de biosseguridade em granjas avícolas
Economia

Abertura de empresas em Jaraguá do Sul é superior à média estadual

A desburocratização é apontada como um dos fatores que tem incentivado o empreendedorismo no Estado
Abertura de empresas em Jaraguá do Sul é superior à média estadual
Ver mais de Economia