ECONOMIA

Bolsonaro perceberá que diálogo com Congresso faz parte da democracia, diz Skaf

25 Fev 2019 - 17h22Por Francisco Carlos de Assis

O presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, disse nesta segunda-feira, 25, ter certeza de que o presidente da República, Jair Bolsonaro "vai perceber que o diálogo para tratar com o Congresso faz parte da democracia". Skaf fez esta ponderação ao ser perguntado pela reportagem do Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) se não via riscos para a aprovação da reforma da Previdência à política do principal mandatário do País de negociar com frentes parlamentar temáticas, em vez de negociar com os partidos e seus líderes.

"Importante notar que diálogo não é troca. Acabamos de sair de um almoço com a bancada de deputados estaduais e federais. Aqui não houve troca de nada. Apenas diálogo sobre os interesses do País", disse Skaf.

Ele acrescentou que o presidente da República tem a sua equipe o chefe da Casa Civil e o seu líder na Câmara e no Senado, e que têm como incumbência essas articulações.

"O presidente da República é um homem extremamente simples. Tenho certeza de que não vai faltar estímulo para ele no momento que ver que precisará aumentar o diálogo ou de ele ter um papel diretamente com os partidos", observou Skaf.

Mais cedo, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez considerações sobre este mesmo tema, em São Paulo.

Ele considerou questionável a estratégia do governo em fazer a articulação política por meio das bancadas temáticas. Ressaltou que as bancadas temáticas têm demandas específicas e isso pode resultar em negociações não saudáveis. "É preciso tomar cuidado", afirmou.

Para Maia, a negociação deveria se dar por meio das bancadas dos partidos. "O que tem de mais orgânico são os partidos", disse, Para ele, a negociação deveria se dar por meio das bancadas dos partidos. "O que tem de mais orgânico são os partidos", disse.

Na semana passada, em entrevista ao Broadcast, o ex-ministro da Fazenda Mailson da Nóbrega havia chamado a atenção para esta nova forma de Bolsonaro fazer a interlocução com o Congresso. Na avaliação de Mailson da Nóbrega, as negociações com as frentes parlamentares poderão vir a impor muitas dificuldades ao governo Bolsonaro para aprovar a reforma.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Entidades empresariais manifestam apoio ao decreto do Governo do Estado

Saúde

Jaraguá terá novas medidas contra covid-19 a partir de 1º de março

Medida terá validade por 15 dias
Jaraguá terá novas medidas contra covid-19 a partir de 1º de março
Saúde

Com novo decreto, Prefeitura de Jaraguá detalha restrições

O Governo do Estado publicou o Decreto 1.172 nesta sexta-feira (26) suspendendo o funcionamento de serviços não essenciais das 23h desta sexta-feira (26) até às 6h de segunda-feira (1º)
Com novo decreto, Prefeitura de Jaraguá detalha restrições
Saúde

Governo decreta fechamento de atividades não essenciais no fim de semana em SC

A decisão é mais uma medida do Executivo estadual para reforçar o enfrentamento ao coronavírus em um momento de agravamento da situação sanitária em Santa Catarina
Governo decreta fechamento de atividades não essenciais no fim de semana em SC
Ver mais de Economia