vacina
ECONOMIA

Bolsonaro: O juro, levando-se em conta a Selic, está um pouquinho defasado

30 Abr 2019 - 18h43Por Felipe Frazão

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer nesta terça-feira, 30, que a taxa de juros praticadas por bancos públicos está alta. Dirigindo-se ao presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, Bolsonaro afirmou que ele deveria concordar que aplicar no mercado seria menos arriscado.

"A taxa de juros, levando-se em conta a taxa Selic, está um pouquinho longe, está um pouquinho defasada", afirmou Bolsonaro. "Acho que o Pedro Guimarães concorda. Se o juro está um pouquinho alto, você não vai pegar na Caixa, nem em banco nenhum, vai aplicar no mercado, comprar um papel, até porque, a chance de dar errado e perder dinheiro é infinitamente menor do que aplicar no campo. Afinal de contas, o campo tem variáveis muito mais imperfeitas ou menos sujeitas a variações do que o banco. Tem a temperatura, tem São Pedro", acrescentou.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia

Implantação do novo sistema comercial teria apresentado instabilidade
Celesc emite comunicado sobre erros nas faturas de energia
Economia

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC

Responsável por 3,7% do PIB, setor de defesa é oportunidade para indústria de SC
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Política

Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras

Ela substituirá Jean Paul Prates que pediu saída antecipada
Governo indica Magda Chambriard para presidência da Petrobras
Ver mais de Economia