ECONOMIA

Bolsonaro: 'No fundo, não gostaria de fazer reforma da Previdência'

21 Mar 2019 - 21h15Por Mateus Fagundes e Daniel Weterman, enviado especial

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em transmissão ao vivo nas redes sociais feita a partir de Santiago, no Chile, que não gostaria de ter apresentado uma proposta de reforma da Previdência. Ele declarou, porém, que propôs mudanças porque, se não tivesse feito, o Brasil iria "quebrar" sob o ponto de vista das contas públicas.

"No fundo, não gostaria de fazer a reforma da Previdência. Mas eu estaria sendo irresponsável com o Brasil nos próximos anos", disse o presidente.

Ao defender a reforma da Previdência, Bolsonaro voltou a dizer que a reforma "vai cobrar menos de quem ganha menos e mais de quem ganha mais" e que o Brasil "está quebrado".

O presidente comentou ainda que as mudanças propostas no projeto de lei sobre os militares "leva em conta perdas lá atrás". "Ninguém está brigando por direitos", declarou Bolsonaro.

Ao comentar o papel das Forças Armadas, Bolsonaro disse que elas são "algo muito especial" e que têm valor "muito grande à democracia". Mais uma vez, o presidente usou o exemplo da Venezuela para dizer que o regime de Nicolás Maduro se sustenta por causa do apoio militar.

No fim da transmissão, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, fez um "apelo patriótico aos parlamentares e àquela parte da imprensa que criticou o toma-lá-dá-cá" que defendam a necessidade da reforma da Previdência.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2

Parcela varia de R$ 150 a R$ 375, dependendo do beneficiário
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 2
Economia

Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h
Caixa sorteia R$ 30 milhões da Dupla-Sena da Páscoa neste sábado
Economia

WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais

Com uma nova fábrica de Eletrocentros em Betim, companhia pretende fortalecer sua posição em um dos mais importantes mercados de equipamentos elétricos industriais e para geração de energia do país
WEG anuncia novos investimentos em Minas Gerais
Economia

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Litro do diesel passará a custar R$ 2,76, e o da gasolina, R$ 2,64
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias
Ver mais de Economia