sábado, 25 de maio de 2019 - 13h56
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo
ECONOMIA

Bolsas de NY fecham em alta após indicadores americanos superarem expectativas

16 Mai 2019 - 20h00Por Gabriel Wainer

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta quinta-feira, 16, apoiadas pela divulgação de indicadores econômicos americanos melhores do que o esperado, que apoiaram principalmente os papéis do setor financeiro.

Em Wall Street, o índice Dow Jones fechou em alta de 0,84%, em 25.862,68 pontos, enquanto o S&P 500 avançava 0,89%, em 2.876,32 pontos. O índice eletrônico Nasdaq, por sua vez, fechou em alta de 0,97%, em 7.898,05 pontos.

A manhã foi repleta de indicadores americanos que surpreenderam positivamente os analistas do mercado. O número de pedidos de auxílio-desemprego caiu 16 mil na semana, para 212 mil, superando a previsão de queda menor, para 220 mil. Além disso, o número de construção de moradias iniciadas subiu 5,7% em abril, também acima da previsão.

Os indicadores sugeriram uma melhora no ambiente econômico, apoiando os papéis de instituições financeiras. O subíndice financeiro do S&P 500 foi o segundo que mais avançou no dia, ganhando 1,10%, em 448,19 pontos, com ganhos importantes do Citigroup (+1,71%), do Goldman Sachs (+1,40%) e do JP Morgan (+1,28%).

Empresas de tecnologia também viram seus papéis se valorizarem à medida que, na quarta, o presidente americano, Donald Trump, declarou emergência nacional em razão das "ameaças contra a tecnologia americana", movimento que os analistas esperam que seja seguido por um banimento da Huawei, empresa de telecomunicação da China. Nesse sentido, a Microsoft viu seus papéis se valorizarem 2,31%, enquanto a Amazon ganhou 1,95%.

Ainda no universo corporativo, o Walmart divulgou balanço trimestral que indicou que os ganhos para o ano fiscal de 2020 superarão as expectativas dos analistas. Os papéis da gigante do varejo subiram 1,40% no pregão.