transito
ECONOMIA

Bolsa de Londres fecha em queda com liquidez reduzida, antes de Fed e BoE

01 Mai 2019 - 15h09Por Monique Heemann

A Bolsa de Londres, única entre as principais praças europeias a operar nesta quarta-feira, 1, em meio ao feriado de Dia do Trabalho, fechou em queda, com o índice Stoxx-600 em recuo de 0,07%, a 391,09 pontos. O pregão de liquidez reduzida foi influenciado também por dados locais, enquanto há expectativa por decisões de política monetária nos Estados Unidos hoje e no Reino Unido amanhã.

Em Londres, o FTSE 100 registrou queda de 0,44%, a 7.385,26 pontos. Com a libra em alta frente ao dólar, empresas exportadoras foram prejudicadas. As ações da Glencore caíram 0,84%, enquanto as da BHP Billiton recuaram 0,82%.

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial do Reino Unido caiu a 53,1 em abril, de forma menos acentuada do que a queda prevista por analistas, mas no menor nível em dois meses. Na avaliação do Citi, contudo, o indicador não apresenta sinal de atenuação suficiente da atividade e das pressões inflacionárias para descartar um aumento de juros do Banco de Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) em agosto.

O banco central britânico, aliás, divulga decisão de política monetária amanhã. Na tarde de hoje, há expectativa pelo anúncio do Federal Reserve (Fed, a autoridade monetária dos Estados Unidos).

As bolsas de Frankfurt, Paris, Milão, Madri e Lisboa não tiveram negócios hoje.

Matérias Relacionadas

Economia

Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados

Temporais e deslizamentos deixaram 1 mil desabrigados
Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Economia

Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha

O governo gasta mal e pretende economizar da pior forma ao atingir o próprio desenvolvimento com perspectiva de demissões
Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha
Economia

Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história

Cerca de 5,6 milhões de contribuintes receberão R$ 9,5 bilhões
Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história
Ver mais de Economia