Joaçaba Pneus
ECONOMIA

BNDES lança linha para pequenas empresas com juro de 15,3% ao ano

22 Mar 2019 - 15h29Por Vinicius Neder

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou nesta sexta-feira, 22, no Rio, a BNDES Crédito Pequenas Empresas, linha volta para empresas de menor porte. Na nova linha, os empréstimos ficam limitados a R$ 500 mil por empresa a cada 12 meses e, nas contas do banco de fomento, o juro médio será de 1,3% ao mês, ou 15,3% ao ano.

No evento de lançamento, o presidente do BNDES, Joaquim Levy, disse que não há limite de recursos para a linha. O BNDES estima, conforme nota divulgada, que a demanda poderá chegar a R$ 1 bilhão. "Estamos deixando de investir nas grandes para ter mais recursos para esse tipo de atividade e se chegar a R$ 3 bilhões ou R$ 4 bilhões, melhor ainda", disse Levy, conforme a nota da assessoria de imprensa do banco.

Além do limite de R$ 500 mil por empresa e do juro de 15,3% ao ano, as condições da nova linha incluem prazo máximo de até 60 meses e até dois anos de carência. Segundo o BNDES, o cliente terá três opções de juros: a Taxa de Longo Prazo (TLP), Taxa Selic (TS) ou Taxa Fixa do BNDES (TFB). Além disso, o banco cobra 1,45% ao ano de taxa de remuneração. A taxa final inclui ainda "a remuneração do agente financeiro, que é negociada diretamente com o cliente final". "Com isso, na maior parte dos casos, os juros do financiamento devem ficar em torno de 1,3% ao mês", diz a nota do BNDES.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Decisão sobre reajuste de bandeiras tarifárias deve sair até o dia 30

Aumento pode passar de 20%, diz diretor da Aneel
Decisão sobre reajuste de bandeiras tarifárias deve sair até o dia 30
Economia

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial

Novo calendário começa nesta sexta-feira, para nascidos em janeiro
Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial
Economia

FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço

O insumo teve alta superior a 100% em 12 meses e tem impactado diversos setores, principalmente a construção e o metalmecânico
FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço
Economia

Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas

Todas as vagas são para contratações efetivas, os pré-requisitos e a carga horária variam de acordo com o cargo.
Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas
Ver mais de Economia