ECONOMIA

BNDES lança edital para processo de desestatização da Codesa

11 Mar 2019 - 17h27Por Daniela Amorim

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deu início nesta segunda-feira, 11, ao processo de desestatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa). O banco, responsável pela proposta da modelagem da privatização em parceria com o Ministério da Infraestrutura e Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), lançou edital para contratação de consultorias técnicas especializadas no setor portuário para realizar os estudos necessários ao processo.

A Codesa é a primeira das empresas federais de administração de portos a ser incluída no PPI, lembrou o banco de fomento, em nota.

O edital já está disponível no site do BNDES. A abertura da sessão pública ocorrerá no dia 2 de abril, às 11h, no portal de compras do Governo Federal.

Na nota, o BNDES garante "a adequação e a robustez técnica na formação de um modelo adequado, que resulte em contrapartidas para o Estado, modernização do setor e benefícios para os usuários e para a população".

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Governo do Estado decreta fechamento de atividades não essenciais durante fim de semana

A decisão é mais uma medida do Executivo estadual para reforçar o enfrentamento ao coronavírus em um momento de agravamento da situação sanitária em Santa Catarina
Governo do Estado decreta fechamento de atividades não essenciais durante fim de semana
Economia

Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul inova com lançamento do CDL BOX

Além de beneficiar clientes e lojistas, a ferramenta ainda servirá para ajudar instituições jaraguaenses cadastradas.
Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul inova com lançamento do CDL BOX
Economia

Geo Portal, da Prefeitura de Jaraguá, alcança mais de 600 consultas diárias

Serviço busca expandir informações geográficas do município de forma simples e rápida
Geo Portal, da Prefeitura de Jaraguá, alcança mais de 600 consultas diárias
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Ver mais de Economia