Delivery Much
ECONOMIA

BC projeta crescimento de 7,2% para saldo total de crédito em 2019

28 Mai 2019 - 11h45Por Francisco Carlos de Assis

As condições de crédito devem melhorar em 2019, segundo a Pesquisa Trimestral sobre Condições de Crédito (PTC), um levantamento que o Banco Central (BC) faz com instituições financeiras do setor privado. A pesquisa foi divulgada nesta terça-feira, 28, pelo BC no corpo do Relatório de Economia Bancária (REB).

Pelo levantamento, o saldo total de crédito em 2019 deve crescer 7,2%. Para as grandes empresas a previsão é de expansão de 5,5%. Para as micros deve crescer 5%.

O consumo das pessoas deve crescer 8,0% e o crédito habitacional, 5%.

Pessoa física e jurídica

O Banco Central prevê crescimento de 9,7% para o saldo de crédito para pessoa física em 2019 e elevação de 4,1% para pessoa jurídica, segundo o REB. Desde a semana passada, o BC vem antecipando alguns boxes deste documento com destaque para os assuntos que julga mais importantes.

2018

O Relatório de Economia Bancária mostra que, em 2018, o saldo das carteiras de crédito cresceram 8,2% e 1,3%, respectivamente para pessoas físicas e jurídicas.

O saldo total de crédito concedido pelo Sistema Financeiro Nacional (SFN) no ano passado cresceu 5% após dois anos seguidos de contração, informa o REB.

O crédito com recursos livres cresceu 10,9% em 2018 para Pessoa Física e 10,4%, para Pessoa Jurídica. Já o crédito com recursos direcionados recuou 5,4% e 8,1%, pela ordem, para PF e PJ.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Copom deve manter juros básicos em 2% ao ano, dizem analistas

Resultado da reunião será divulgado no fim da tarde
Geral

INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro

Portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União
INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro
Economia

Bancos Inter, Itaú e Caixa lideram ranking de reclamações ao BC

São consideradas instituições com mais de 4 milhões de clientes
Economia

Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras

O novo valor será de R$ 1,98 para as revendedoras
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
Ver mais de Economia