ECONOMIA

BC da Suécia eleva juros pela primeira vez desde 2011, de -0,50% a -0,25%

20 Dez 2018 - 07h02

O Banco Central da Suécia (Riksbank) decidiu nesta quinta-feira elevar sua taxa básica de juros pela primeira vez desde 2011, de -0,50% para -0,25%. A instituição argumentou que, com a inflação e as expectativas para os preços se firmando em cerca de 2%, a necessidade de uma política monetária mais relaxada diminuiu um pouco.

O Riksbank notou, contudo, que a economia global entra em uma fase de crescimento mais modesto e sinalizou que não tem pressa em levar a taxa básica de juros para o território positivo. O anúncio de hoje indica que a próxima alta não deve ocorrer até o segundo semestre de 2019, seguido por duas elevações ao ano, cada uma de 0,25 ponto porcentual. Além disso, o aperto monetário será conduzido de olho na perspectiva econômica e para a inflação, ressaltou a instituição.

Vice-presidente do BC, Per Jansson foi voz dissonante e votou contra a decisão de elevar os juros, com o argumento de que há "incerteza considerável" sobre a força da inflação na Suécia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar fecha abaixo de R$ 5 pela primeira vez em mais de um ano

Bolsa encerrou com queda de 0,38%
Economia

ACIJS completa 83 anos e apresenta nova plataforma digital a associados e comunidade

A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul ACIJS completa nesta terça-feira (22) 83 anos desde sua fundação em 22 de junho de 1938.
ACIJS completa 83 anos e apresenta nova plataforma digital a associados e comunidade
Geral

Há 20 anos no mercado, empresa Bold aposta em inovação e cria acrílico antiviral

Sócio fundador e CEO da BOLD, Ralf Benedito Sebold, participou ao vivo do Diário da Jaraguá desta terça-feira (22).
Há 20 anos no mercado, empresa Bold aposta em inovação e cria acrílico antiviral
Geral

GUARAMIRIM - Programa Nascer recebe propostas para pré-incubação de ideias inovadoras

Objetivo da iniciativa é visa estimular a inovação e o empreendedorismo inovador de base tecnológica
Ver mais de Economia