105 Ouça
Caraguá
Economia

Após fala de Bolsonaro, Petrobras afirma que não há decisão sobre ajustes nos preços de combustíveis

Petrobras publicou uma nota nesta segunda-feira (6)

06 Dez 2021 - 17h29Por Janici Demetrio
Após fala de Bolsonaro, Petrobras afirma que não há decisão sobre ajustes nos preços de combustíveis - Crédito: Arquivo / Divulgação Crédito: Arquivo / Divulgação

A Petrobras publicou uma nota nesta segunda-feira (6) informando que não há decisão sobre os novos reajustes nos preços de combustíveis. O presidente Jair Bolsonaro havia informado ao site Poder360 que nessa semana começaria uma redução no preço dos combustíveis.

“A Petrobras começa nesta semana a anunciar redução no preço do combustível”, disse Bolsonaro na entrevista, no domingo (5). A empresa comentou que segue monitorando constantemente o mercado antes de realizar os reajustes.

“A Petrobras monitora continuamente os mercados, o que compreende, dentre outros procedimentos, a análise diária do comportamento de nossos preços relativamente às cotações internacionais. A Petrobras não antecipa decisões de reajuste e reforça que não há nenhuma decisão tomada por seu Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) que ainda não tenha sido anunciada ao mercado”, informou a estatal, em comunicado.

Desde 2016, a Petrobras passou a adotar para suas refinarias uma política de preços que se orienta pelas flutuações do preço do barril de petróleo no mercado internacional e pelo câmbio.

Fonte: G1

GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Receita abre consulta a lote residual de restituições do IR

Contribuintes receberão crédito bancário no próximo dia 31
Receita abre consulta a lote residual de restituições do IR
Economia

Oportunidade de trabalho

Confira!
Oportunidade de trabalho
Segurança

Banco Central comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix

Foram vazados dados cadastrais da Acesso Pagamentos
Banco Central comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix
Economia

Presidente negocia PEC para zerar impostos sobre combustíveis

Em 2021, a gasolina e o diesel subiram 47%, Etanol acumula alta de 62%
Presidente negocia PEC para zerar impostos sobre combustíveis
Ver mais de Economia