ECONOMIA

ANP aprova acordo que define participações na jazida de Lula, diz Petrobras

18 Mar 2019 - 15h15Por Luana Pavani

A Petrobras anunciou a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) de sua proposta de Acordo de Individualização da Produção (AIP) da Jazida Compartilhada de Lula, localizada na Bacia de Santos, a qual estabelece as participações de cada empresa.

Desse modo, a Petrobras, que é também operadora, fica com 67,216%; a Shell com 23,024%, a Petrogal com 9,209% e a PPSA - Pré-sal Petróleo, com 0,551%.

Conforme o comunicado, a mudança nas participações resultará em aumento da produção de até 20 mil bpd para Petrobras, "e será necessária uma equalização entre os gastos incorridos e a receita obtida com os volumes produzidos até a data da efetividade do AIP, cujo resultado líquido estimado não é considerado material para a companhia."

O acordo será efetivo a partir de 1º de abril.

A jazida inclui o Contrato de Concessão BM-S-11, ou campo de Lula - operado por Petrobras (65%), em parceria com a Shell (25%) e com a Galp (10%) -; o Bloco Sul de Tupi do Contrato de Cessão Onerosa (campo de Sul de Lula, 100% Petrobras); e a área não contratada pertencente à União, representada pela PPSA no AIP.

Esse acordo (AIP) não abrange a jazida Iracema. "O acordo estabelece as participações de cada uma das partes e as regras da execução conjunta das operações de desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural na jazida compartilhada."

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado

Segundo Talita Beber, presidente da CDL Jaraguá do Sul, o comércio local está preparado com promoções, ações de vendas casadas e, com foco na segurança por causa da pandemia
Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Ver mais de Economia