Joaçaba Pneus
ECONOMIA

Aneel obriga Enel Distribuição Goiás a traçar plano emergencial de qualidade

15 Fev 2019 - 16h44Por Anne Warth

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determinou à Enel Distribuição Goiás que apresente um plano emergencial de resgate de qualidade dos serviços prestados no Estado. A empresa terá dez dias para entregar a proposta, que deverá conter uma lista de ações e investimentos a serem realizados no curto prazo. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, 15, em reunião da diretoria da Aneel com o presidente da Enel Brasil, Nicola Cotugno, o presidente da Enel Distribuição Goiás, Abel Rochinha, e outros executivos do grupo italiano.

O plano emergencial de resgate da qualidade dos serviços, segundo a Aneel, deverá elencar medidas que melhorem a qualidade dos serviços no curto prazo, tais como o atendimento comercial dos consumidores e o cumprimento dos prazos dos serviços, como solicitações de novas ligações e aumentos de carga. As ações serão discutidas entre técnicos da agência, da empresa e da Agência Goiana de Regulação (AGR) na próxima semana.

A Enel Goiás, antiga Celg, pertencia à Eletrobras e ao governo estadual e foi privatizada em novembro de 2016. A empresa tem sido alvo de críticas pela qualidade do atendimento prestado no Estado. Neste ano, a Assembleia Legislativa de Goiás aprovou uma lei que obriga a Enel a arcar com dívidas administrativas e judiciais geradas desde 2012, antes da compra da companhia pelo grupo italiano. A lei é de autoria do governador Ronaldo Caiado (DEM), que a sancionou na semana passada. A Enel pretende questionar a lei na Justiça.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Decisão sobre reajuste de bandeiras tarifárias deve sair até o dia 30

Aumento pode passar de 20%, diz diretor da Aneel
Decisão sobre reajuste de bandeiras tarifárias deve sair até o dia 30
Economia

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial

Novo calendário começa nesta sexta-feira, para nascidos em janeiro
Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial
Economia

FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço

O insumo teve alta superior a 100% em 12 meses e tem impactado diversos setores, principalmente a construção e o metalmecânico
FIESC defende redução temporária do imposto de importação do aço
Economia

Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas

Todas as vagas são para contratações efetivas, os pré-requisitos e a carga horária variam de acordo com o cargo.
Sine de Santa Catarina tem 5.145 vagas de emprego abertas
Ver mais de Economia