transito
ECONOMIA

Aneel aprova reajuste tarifário médio da Celpe de 5,04%

23 Abr 2019 - 17h48Por Luciana Collet

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 23, um reajuste tarifário médio de 5,04% para a distribuidora de energia pernambucana Celpe. Para os consumidores atendidos em baixa tensão, o aumento médio será de 5,56%, sendo que os clientes residenciais observarão uma elevação de 5,14% em suas contas. Já as contas dos consumidores atendidos em alta tensão terão alta de 3,76%. As novas tarifas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira, 29.

Como vem sendo observado nos mais recentes reajustes tarifários de energia, o pagamento antecipado do empréstimo da Conta ACR e ajustes em rubrica da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) - (retirada CDE Decreto) - contribuíram para reduzir o reajuste em aproximadamente 3,03%.

A Conta ACR foi um mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para cobertura de custos adicionais e não previstos com a compra de energia no mercado de curto prazo entre fevereiro e dezembro de 2014.

A origem desses recursos foi um financiamento feito junto a um pool de bancos e que era amortizado a partir de arrecadação feita na conta de luz. A previsão inicial era de quitação em abril de 2020, mas o governo negociou o pagamento antecipado desse empréstimo, o que foi anunciado em março.

A arrecadação feita via bandeira tarifária também contribuiu para reduzir o índice final do reajuste, em 4,5%.

A Celpe atende 3,7 milhões de unidades consumidoras localizadas no Estado de Pernambuco.

Matérias Relacionadas

Economia

Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados

Temporais e deslizamentos deixaram 1 mil desabrigados
Após chuvas, Gramado tem mais de 500 hotéis e restaurantes fechados
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Economia

Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha

O governo gasta mal e pretende economizar da pior forma ao atingir o próprio desenvolvimento com perspectiva de demissões
Retrocesso econômico e revogação da desoneração da folha
Economia

Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história

Cerca de 5,6 milhões de contribuintes receberão R$ 9,5 bilhões
Receita abre consulta a maior lote de restituição do IR da história
Ver mais de Economia