ECONOMIA

Alcolumbre prega protagonismo do Senado em relação a pacto federativo

12 Mar 2019 - 15h19Por Teo Cury

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse a jornalistas nesta terça-feira, 12, que é importante que a Casa tenha protagonismo na tramitação da proposta que pretende tirar as "amarras" do Orçamento da União, de Estados e municípios e ampliar os repasses de recursos para os governos regionais.

"Existe o sentimento do governo desta distribuição dos recursos que ficam muito concentrados sob o controle da União. E esses recursos precisam chegar na ponta para os Estados e para os municípios", afirmou Alcolumbre.

A medida, que antes havia sido posta como uma espécie de "plano B" à reforma da Previdência, foi defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo neste domingo, 10.

A ideia de Guedes é dar aos políticos poder para definir "100% do Orçamento", e não só uma fatia pequena como é hoje, que inclui as emendas.

Na conversa, o ministro revelou que a proposta de desvinculação, desindexação e descentralização do Orçamento será enviada logo e começará a tramitar pelo Senado, para não tirar as atenções da Câmara dos Deputados em relação à reforma da Previdência.

Alcolumbre avalia que o governo foi "sensível" ao tema e que é preciso agora buscar "uma solução para que os municípios possam recepcionar os recursos que são de impostos de todos os brasileiros e que, infelizmente, estão concentrados há muito tempo na União".

"Os senadores decidiram que nós precisamos debater o pacto federativo e o momento é agora. O Brasil está vivendo uma nova experiência. Nós precisamos dividir o bolo da arrecadação. O Senado vai se debruçar sobre isso porque é um tema que é aguardado por governadores e prefeitos ao longo de pelo menos as últimas duas décadas", afirmou ele.

Na avaliação de Alcolumbre, a tramitação da proposta no Senado ao mesmo tempo em que o texto da reforma da Previdência estiver sendo analisado pela Câmara dos Deputados irá ajudar o andamento da Previdência, e não atrapalhar. "O pacto federativo é uma discussão que os Estados fazem há muitos anos e naturalmente a distribuição de recursos que estão sob o domínio da União vai fortalecer essa interlocução dos Estados e dos municípios com as suas bancadas, com o Congresso, com a Câmara e o Senado", disse.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado

Segundo Talita Beber, presidente da CDL Jaraguá do Sul, o comércio local está preparado com promoções, ações de vendas casadas e, com foco na segurança por causa da pandemia
Lojas de Jaraguá ficam abertas até 17h neste sábado
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Economia

Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento
Governo do Estado propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia
Economia

Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp

Instituição financeira cooperativa oferece nova opção de transferência para os associados por meio de parceria com o Facebook
Sicredi disponibiliza opção de pagamentos no WhatsApp
Ver mais de Economia