Delivery Much
ECONOMIA

Ajuste da bandeira tarifária representa alta de até 50% para atual nível amarelo

21 Mai 2019 - 17h20

O maior reajuste no valor das bandeiras tarifárias, anunciados nesta terça-feira, 21, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi aplicado na bandeira amarela, que passou de R$ 1,00 para R$ 1,50 por 100 KWh, o que representa um aumento de 50% na comparação com o praticado atualmente. Hoje, o Brasil opera exatamente com bandeira amarela e nova decisão será anunciada no fim do mês.

A agência reguladora também ajustou os preços da bandeira vermelha patamar 1, que passou de R$ 3,00 para R$ 4,00 por 100 KWh, um aumento de 33%. Já o patamar 2 da bandeira vermelha foi elevado de R$ 5,00 para R$ 6,00 pelo mesmo consumo de referência, alta de 20%.

O sistema de bandeiras foi adotado pela Aneel para indicar se haverá ou não acréscimo no valor da energia a ser repassada ao consumidor final. A decisão é tomada pela Agência em função das condições de geração de eletricidade.

A bandeira verde indica "condições favoráveis de geração de energia" e a tarifa não sofre nenhum acréscimo. A bandeira amarela mostra "condições de geração menos favoráveis", enquanto a vermelha mostra "condições mais custosas de geração" ou "ainda mais custosas".

Segundo informou a Aneel mais cedo, a atualização incorporado um avanço metodológico para a regra de acionamento que atualiza o perfil do risco hidrológico (GSF, no jargão setorial).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Confira o calendário de Sábados Legais no comércio de Jaraguá em 2021 

Oportunizando mais tempo para os consumidores fazerem suas compras, a iniciativa tem a primeira edição do ano no próximo dia 6 de fevereiro
Confira o calendário de Sábados Legais no comércio de Jaraguá em 2021 
Economia

Tarifa de água em Guaramirim terá reajuste de 17,48% 

Com o reajuste, a tarifa mínima de água residencial ficará R$ 39,00 e a tarifa mínima comercial R$ 56,96
Tarifa de água em Guaramirim terá reajuste de 17,48% 
Economia

Guias do IPTU 2021 de Jaraguá devem ser enviadas pelo correio até 10 de fevereiro

Guias do IPTU 2021 de Jaraguá devem ser enviadas pelo correio até 10 de fevereiro
Geral

Santa Catarina exigirá rastreabilidade do leite para dar mais segurança ao consumidor

Na prática, os estabelecimentos que recebem leite ou processam leite cru refrigerado terão que rastrear toda a matéria-prima e solicitar os exames de brucelose e tuberculose dos bovinos de seus fornecedores
Santa Catarina exigirá rastreabilidade do leite para dar mais segurança ao consumidor
Ver mais de Economia