Joaçaba Pneus
ECONOMIA

Agronegócio espera abertura para investimento externo

17 Dez 2018 - 11h53Por André Borges

O fato de o presidente eleito Jair Bolsonaro criticar abertamente a entrada de estrangeiros em terras nacionais e ter um posicionamento contrário à proposta não demove o agronegócio da ideia de que é preciso abrir as terras do Brasil para o capital internacional. Marcelo Vieira, presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), afirma que o agronegócio espera que o governo se sensibilize com a necessidade de atrair capital externo para os negócios nacionais.

"Temos discutido esse tema há muito tempo com o Congresso. O que queremos é reverter esse parecer da AGU de 2010, que limitou a legislação que sempre vigorou no País. Não defendemos a venda de terra em si para estrangeiros, mas sim a permissão para que investidores internacionais possam investir em empresas brasileiras agrícolas", diz Vieira. "Vamos avançar nessa discussão com o governo novo. Esperamos que ele apoie uma legislação de incentivo ao investidor internacional."

Em carta aberta a Bolsonaro, a SRB deu parabéns a Bolsonaro e lembrou de seu "compromisso de buscar vencer paradigmas para reduzir a estrutura do Estado, desburocratizar, simplificar e assegurar mais liberdade para o empresário brasileiro investir, assim como permitir o ingresso de investimentos estrangeiros, com a garantia de maior segurança jurídica".

Antes de pensar em aquisições de terras, porém, o setor espera respostas para eventuais mudanças locais que possam ter impacto nas exportações do que é produzido por essas terras.

"Há uma apreensão sobre algumas políticas que possam criar entraves às exportações. Um exemplo: se houver um aumento forte de desmatamento na Amazônia para plantio de soja, alguns países poderão criar embargos para importação de grãos com origem no Brasil", diz o analista Tarso Veloso, da consultoria em commodities agrícolas ARC Mercosul. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota

Cerca de 450 pessoas trabalham na unidade
Após venda de fábrica em Schroeder, Menegotti divulga nota
Economia

Isto é Dinheiro destaca Jaraguá do Sul como modelo para o Brasil

Revista de circulação nacional conta como a cidade se tornou referência em empreendedorismo ao unir iniciativa privada e setor público
Isto é Dinheiro destaca Jaraguá do Sul como modelo para o Brasil
Economia

Para FIESC, reforma da previdência estadual é oportuna, necessária e urgente

Segundo o governo do estado, a previdência estadual tem um déficit financeiro total de R$ 4,8 bilhões anuais, considerando servidores civis e militares.
Para FIESC, reforma da previdência estadual é oportuna, necessária e urgente
Economia

WEG e Engie Brasil Energia, concluem instalação do primeiro aerogerador nacional

Turbina eólica instalada em Tubarão/SC faz parte do projeto do primeiro Aerogerador Nacional, que tem por objetivo desenvolver tecnologia e cadeia produtiva nacionais para a fabricação e instalação de equipamentos de grande porte no país
WEG e Engie Brasil Energia, concluem instalação do primeiro aerogerador nacional
Ver mais de Economia