Unimed

Verão: sombra e água fresca...e cirurgia plástica?

Apesar de o maior número de cirurgias acontecerem no inverno, pacientes também buscam a estação inversa para assegurar boa recuperação

23 Out 2019 - 11h37Por Josinaldo Martins

A estação mais queridinha dos amantes de sol e calor está chegando. Momento em que os corpos são mais expostos e para quem está insatisfeito com a aparência, algo nada agradável. Geralmente, os pacientes possuem receio em realizar um procedimento cirúrgico nessa época do ano por gerar desconforto, sem contar a necessidade de repouso. As altas temperaturas tendem a causar também mais inchaço, mas nada que prejudique o resultado final. 

Ainda assim, uma cirurgia plástica nesse período reserva algumas vantagens para quem se submete ao procedimento. Por ser um período de férias no trabalho e nos estudos, a tendência é reduzir a agenda e desacelerar, tirando um tempo exclusivo para cuidar de si mesmo. 

Já no inverno, o trabalho e as atividades rotineiras podem atrapalhar e até impedir que o paciente siga as recomendações da forma correta. Um pós-operatório mal feito influencia diretamente no efeito desejado com a cirurgia, assim como é essencial para garantir que não ocorra nenhuma complicação. Ao fazer o procedimento no verão, o paciente pode se recuperar com calma e tranquilidade, respeitando as orientações médicas. 

Vale lembrar que qualquer cirurgia deve ocorrer somente se esse for o desejo exclusivo do paciente. Redes sociais, opiniões alheias e influências externas não devem contar pontos no momento da decisão. Para segurança e saúde, busque um profissional capacitado e membro da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica).