Unimed

Universo da cirurgia plástica adere à tendência da naturalidade

Pacientes estão optando por aparência mais próxima à original na hora de escolher a cirurgia

11 Dez 2019 - 13h30Por Josinaldo Martins

Existe uma linha tênue entre a naturalidade e o artificial. Por isso, nem tudo o que celebridades, influencers e até uma amiga fazem é ideal para o seu corpo. Quando se vai longe demais nas intervenções, então, é preciso atenção e colocar, em primeiro lugar, a saúde física e mental. 

Sem falar nas pessoas que se arriscam em fazer plásticas com profissionais sem capacitação, atitude que leva milhares de mulheres à morte todos os anos.  

Cirurgias e procedimentos estéticos em excesso são um risco para a vida. Por isso, opte sempre pelo natural, que essa sim, é uma tendência sadia e segura dentro do universo da cirurgia plástica. Pequenas intervenções com um resultado sútil são as mais procuradas este ano, fruto da mudança de comportamento das mulheres que optam por qualidade de vida associada à estética. 

De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgia Plástica, a busca por procedimentos minimamente invasivos cresce 200% desde 2000. Essa procura por soluções que evidenciam os traços, sem alterar a aparência natural, também cresceu no Brasil. Seios com fisionomia inalterada, em tamanhos mais reduzidos, estão entre as opções mais solicitadas nos consultórios, assim como mudanças em outras partes do corpo, que não impactam na aparência geral. 

Procure um médico que seja credenciado à SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) e, na consulta, se sinta à vontade para tirar dúvidas. Exponha a sua intenção com a cirurgia e ouças as recomendações para o seu tipo de corpo e necessidades.