Se VER dá vir, VIR dá o quê?

Estamos nos aproximando do encerramento do ano letivo e muitos estudantes se empenham com ainda mais afinco nos estudos de gramática da Língua Portuguesa objetivando boas notas nos exames finais

29 Nov 2019 - 15h00Por Leoní Cimardi

Também aqueles que se preparam para vestibulares estão atentos e, principalmente, os que incansavelmente vêm estudando para diversos concursos públicos, inclusive os concursos cujos editais estão na eminência de serem divulgados. No entanto, algumas dúvidas no uso do nosso idioma permeiam o cotidiano de muitas pessoas e, entre as dúvidas mais frequentes, está a adequada flexão de alguns verbos irregulares. Vamos tratar nesta coluna dos verbos “VER” e “VIR”, muito comuns do nosso dia a dia e que, ainda que comuns, causam grandes desconfortos.

 

Verbo VIR

O verbo “vir” é um verbo muito irregular. Na sua conjugação ocorrem alterações no seu radical (eu venho, que eu venha) e nas suas terminações (eu vim, ele vem, ele veio). “Vem”, sem acento gráfico, está na 3.ª pessoa do singular e “vêm”, com acento circunflexo, está na 3.ª pessoa do plural:

· Ele vem da escola caminhando lentamente.

· Eles vêm da escola caminhando lentamente.

 

Verbo VER

O verbo ver é um verbo irregular que também apresenta alterações no seu radical e nas suas terminações. Segundo as regras do atual acordo ortográfico (2016), a forma verbal “veem” deverá ser escrita sem acento circunflexo:

· Ele vê fantasmas durante a noite no casarão.

· Eles veem fantasmas durante a noite no casarão.

 

Os verbos VIR e VER são frequentemente confundidos, portanto, é necessária a máxima atenção. Veja:

 

· Se eu vir você lá fora, você não sairá mais. (Correto – verbo “ver”) Se eu ver você lá fora... (Errado)

· Quando ela vir as flores que deixamos, sorrirá. (Correto)

· Quando ela ver as flores... (Errado)

 

“Vir” é a forma conjugada do verbo VER na 1.ª (eu) ou na 3.ª (ele) pessoa do singular do futuro do subjuntivo.

 

· Se eu vier para a escola amanhã, sairei cedo. (Correto – verbo “vir”) Se eu vir para a escola... (Errado)

· Quando ela vier a Jaraguá do Sul, será bem recebida.

· Quando ela vir... (Errado)

 

“Vier” é a forma conjugada do verbo VIR na 1.ª (eu) ou na 3.ª (ele) pessoa do singular do futuro do subjuntivo.

 

Observe:

Verbo ver – Futuro do subjuntivo (Se eu ou quando eu) vir (Se tu ou quando tu) vires

(Se ele ou quando ele) vir (Se nós ou quando nós) virmos (Se vós ou quando vós) virdes (Se eles ou quando eles) virem

 

Verbo vir – Futuro do subjuntivo (Se eu ou quando eu) vier (Se tu ou quando tu) vieres (Se ele ou quando ele) vier (Se nós ou quando nós) viermos (Se vós ou quando vós) vierdes (Se eles ou quando eles) vierem Então!

Agora, quando você vir alguma questão em provas escolares ou de concursos abordando os verbos irregulares “vir” e “ver”, cuide para não fazer confusão, pois se você vier a errar, não terá sido por falta de aviso, certo?

 

Mande suas dúvidas.

Entre um ponto e outro, tentaremos esclarecer a todos!