Qual o nome do seu filho?

Cada um tem seus meios próprios para escolher o nome do filho (a), contudo, por trás de todo nome, há uma história

04 Set 2019 - 08h00Por Karin Petermann

Você já percebeu que, quando uma pessoa está grávida, essa é uma das primeiras perguntas que surgem? As pessoas querem saber qual o nome do bebê e parece que há uma necessidade de justificativa por parte dos pais para explicar que ainda não escolheram o nome do filho ou filha. 

Outro dia, fiz essa pergunta para uma pessoa grávida e ela expressou que ainda não tinham escolhido o nome, apesar de já saberem o sexo. Se você refletir, é uma decisão importante a ser tomada e não pode ser tomada de maneira impulsiva. 

Cada um tem seus meios próprios para escolher o nome do filho (a), contudo, por trás de todo nome, há uma história. Já percebeu isso? Quando seu filho estiver na escola, haverá atividades para ele contar como foi a escolha do seu nome; quem e por que escolheu serão algumas da perguntas a serem respondidas.

A história do nome da minha filha começou antes de eu estar grávida pela primeira vez. Em um almoço de família, comentei com meu marido que o nome da nossa filha poderia ser Catarina, em homenagem a minha tia que havia falecido. Pouco tempo depois veio a notícia da primeira gestação e ficamos na expectativa com relação ao sexo do bebê.

Ao passear pelas lojas infantis, eu não tinha vontade de olhar para as roupas de meninas. Dizem que as mães sentem, né? Descobrimos que era um menininho na minha barriga! E o que aparentemente estava resolvido, abriu margem para uma série de possibilidades.

Meu marido sugeriu que eu fizesse uma lista de nomes que eu gostava e depois permitisse que ele analisasse. Meu critério foi o significado dos nomes e tinham vários como Benjamin, Igor, Cauê, Murilo e outros seis que já não me lembro mais… rs! O critério dele foi saber qual nome ficaria atraente para colocar numa camiseta de futebol e que não desse para colocar apelidos. Chegamos a um acordo que o nome seria Cauê! 

Quando descobrimos que estava grávida de uma menina... bom, o nome já estava escolhido. Pedi autorização para a minha prima - filha da minha tia - para utilizar o nome dela em homenagem. Claro que ela é a dinda da nossa pequena! :)

O nome do bebê, além de homenagear algum familiar ou ter um significado bonito, pode ser facilmente escolhido pela tendência de uma nome. Para 2019, há nomes na lista como Helena, Laura, Alice, Valentina, Enzo, Gabriel, etc. As personalidade podem influenciar como Bruna, Neymar ou personagens de novela, seriados ou filmes: Jade, Lyanna, etc.
Todo nome tem um história! Qual a história do nome do seu filho? Compartilhe conosco nos comentários!